A fresagem ocorreu em um trecho de cerca de 300 metros na pista do lado par - Caio Garin
A fresagem ocorreu em um trecho de cerca de 300 metros na pista do lado parCaio Garin
Por O Dia
Petrópolis - Fruto de uma emenda federal com recursos destinados exclusivamente para essa obra, a Rua Monsenhor Bacelar começou a ser reformada nesta terça-feira. O trabalho teve início com a fresagem, que é a remoção do asfalto antigo. A previsão é que a nova camada de asfalto seja colocada ainda esta semana. O prefeito Bernardo Rossi acompanhou a primeira etapa do serviço no local.

A fresagem ocorreu em um trecho de cerca de 300 metros na pista do lado par. Para isso, foi usado uma máquina que fez uma raspagem do asfalto. Esse serviço se estende por 750 metros entre a Avenida Barão de Amazonas e Rocha Cardoso. O trabalho teve início pela Monsenhor Bacelar porque o fluxo de veículos está menor e este é o trecho mais prejudicado neste circuito.

Essa uma das ruas com mais problemas e que gerava mais reclamações. Por isso conseguimos um recurso federal destinado para o recapeamento da Monsenhor Bacelar. E esse é um trabalho que vai desde a Barão de Amazonas até a Rocha Cardoso, até a UPA Centro. E nós vamos chegar em todos os bairros com o asfalto. O serviço de aplicação de asfalto não parou e nós estamos indo em cada localidade da cidade”, ressalta o prefeito Bernardo Rossi.

Nesta semana, por exemplo, o programa Prefeitura Presente fez aplicação de asfalto em ruas dos bairros Castelo São Manoel, Araras, Vila Felipe, Quitandinha, Carangola e Mosela. Em pouco mais de três meses, já foram realizadas 288 ações do serviço de tapa-buraco em 205 ruas de 46 bairros.

A reforma da Monsenhor Bacelar é feita pela empresa Petrovias e representa um investimento de R$ 440,4 mil – uma economia de 38,01% em relação ao que foi autorizado pelo governo federal. Essa verba vai além da colocação de uma nova camada de asfalto.

O trabalho aqui não é só a troca de asfalto, é a recuperação de toda pavimentação, drenagem, alinhamento das caixas de ralo e de esgoto. Vamos deixar uma rua exatamente como era. O prefeito ressaltou muito bem, esse é um recurso que vem através da Caixa Econômica Federal, tem um acompanhamento do governo federal e é um recurso só pode ser usado para isso, não pode ser usado em outras áreas”, explica o secretário de Obras, Ernane Dias. O projeto também prevê uma nova pintura de faixas de pedestre e sinalização em todo trecho e que os “almofadões” sejam refeitos.

Esse trabalho tem que ser feito mesmo, é excelente. É uma rua principal, uma ligação importante entre bairros grandes. Para mim, que trabalho na área da saúde, sei que é muito necessário ter uma rua bem-feita para o deslocamento de ambulância que vai para UPA”, destaca o funcionário público Silvio Cesar da Silva, que passou pelo local durante o trabalho. A expectativa é que a obra seja finalizada até o fim de abril. Depois, a Petrovias fará a reforma do circuito formado pelas ruas Caldas Viana / Floriano Peixoto e Alberto Torres, com 900 metros.