Homem, de 24 anos, tenta estuprar menino de dez, é denunciado e acaba preso pela Polícia Civil

Segundo acusado, tudo não passou de uma "brincadeira". Comentários em redes sociais afirmam que suspeito "não seria capaz" de cometer o crime, tem "boa índole" e é "querido" na vizinhança

Por Ney Freitas

Autuado em flagrante, o suspeito será encaminhando ao sistema prisional do Rio de Janeiro
Autuado em flagrante, o suspeito será encaminhando ao sistema prisional do Rio de Janeiro -
Petrópolis - Policiais civis da 105ª DP, do Retiro, prenderam na tarde desta terça-feira, um homem de 24 anos, acusado de tentativa de estupro de vulnerável, no bairro Fazenda Inglesa. Ele admitiu o suposto crime, porém, alegou que fez apenas "uma brincadeira" com a criança, de apenas 10 anos de idade. A mãe do menino chegou à delegacia no início da tarde e relatou o fato. O suspeito é vizinho da família.
Segundo a mulher, o filho chegou em casa muito nervoso, com crises de choro e contando que o vizinho o havia chamado para ir até a uma pracinha, nas proximidades da residência. "Na praça o homem teria oferecido a quantia de R$ 100,00 para que fizesse sexo oral com ele. Com essas informações, a equipe da delegacia se dirigiu até a casa do suspeito, que foi preso", explicou a delegada Juliana Ziehe, titular da 105ª DP.
Enquanto estava sendo conduzido para a delegacia, o homem confessou que, de fato, havia marcado um encontro com o garoto, mas que teria oferecido de “brincadeira” o dinheiro para a prática. Nas redes sociais foram vistas alegações dizendo que o acusado seria incapaz de cometer tal crime. Um dos comentários dizia "tenho certeza absoluta que é um mal-entendido. Tanto que a mãe falou que iria na polícia e ele falou que poderia ir enquanto ele esperava sentado no sol esperando a polícia chegar. Se fosse um pedófilo já teria fugido".
Outra postagem afirmava que "ele tem 24 anos mas tem cabeça de criança. Conheço muito bem o rapaz desde que ele era bebezinho. Ele fez uma brincadeira de mau gosto, mas não passou de uma brincadeira. É um menino do bem, trabalhador e honesto. Ele vive dentro de casa com a mãe, não é de bagunça e tem uma cabeça bem inocente". Autuado em flagrante, o suspeito será encaminhando ao sistema prisional do Rio de Janeiro, onde irá aguardar a audiência de custódia.

Comentários