Casos de internações e mortes por COVID-19 aumentam em Petrópolis nas últimas 24 horas - Reprodução
Casos de internações e mortes por COVID-19 aumentam em Petrópolis nas últimas 24 horasReprodução
Por O Dia
Petrópolis - O número de pessoas que precisaram ser internadas no período de 24 horas em Petrópolis por causa da COVID-19 - entre segunda e terça-feira - foi de 22. Além disso, mais seis mortes por causa do novo coronavírus foram confirmadas ontem pela Secretaria de Saúde, elevando para 310 o número de petropolitanos que falecera por causa da doença.
A taxa de ocupação de leitos de UTI preocupa o governo municipal: saltou de 30% na segunda-feira, para 65% no final da tarde de sexta.
Governo de Petrópolis continua atento às medidas para o combate ao novo coronavírus - Reprodução
Governo de Petrópolis continua atento às medidas para o combate ao novo coronavírusReprodução
Em nota, o prefeito Bernardo Rossi declarou que a cidade mantém o controle da pandemia. Diante do recente aumento no número de casos confirmados e internações nas unidades de saúde de Petrópolis, Bernardo lembrou que o município, atualmente, se encontra preparado para prestar atendimento aos pacientes que buscarem por ajuda médica.
Publicidade


“Temos plenas condições de atendimento à população porque já vínhamos observando a possibilidade de uma segunda onda da doença na cidade. Nosso monitoramento está sendo extremamente eficaz e a observação das estatísticas da média móvel fez com que a cidade não fosse pega de surpresa. Percebemos que municípios bem próximos já haviam atingido níveis críticos na saúde e tomamos nossas providências antecipadamente, como a ampliação da testagem e do monitoramento da doença, além das ações de higienização de locais públicos”, afirmou o prefeito.