Prefeito interino, Hingo Hammes, confirmou chegada das primeiras doses da vacina contra a COVID-19 - Divulgação
Prefeito interino, Hingo Hammes, confirmou chegada das primeiras doses da vacina contra a COVID-19Divulgação
Por O Dia
Petrópolis - Petrópolis vai receber até esta terça-feira (19) as primeiras 4.678 doses da vacina contra o coronavírus. A informação foi confirmada pelo prefeito interino, Hingo Hammes, e pelo secretário municipal de Saúde, Aloisio Barbosa da Silva Filho, após reunião com representantes do Governo do Estado.
Seguindo orientações do Ministério da Saúde, os primeiros a serem imunizados serão os profissionais de Saúde que atuam na linha de frente no combate à COVID-19, além de idosos com mais de 60 anos asilados e pessoas com deficiência maiores de 18 anos residentes em instituições inclusivas. A vacinação, neste primeiro momento, será volante, com início nesta quarta-feira (20).
Publicidade

“A chegada das primeiras doses da vacina nos dá um novo ânimo. É o início da imunização da nossa população. Estamos seguindo rigorosamente as orientações do Ministério da Saúde e esperamos poder anunciar, em breve, as novas etapas da vacinação, com a ampliação da cobertura vacinal”, declarou Hammes, lembrando que o Governo do Estado deverá entregar em três ou quatro semanas os lotes com a segunda dose da vacina para este primeiro grupo.

Neste primeiro momento, a quantidade de doses entregue será suficiente para imunizar 16% do total previsto dentro da primeira fase da campanha de imunização. “A quantidade que será entregue agora é menor do que a esperada pelos municípios em todo o país, mas não podemos deixar de celebrar este momento. A chegada das primeiras doses da vacina é muito importante, mas vamos continuar trabalhando para garantir que toda a população seja imunizada. Este é o primeiro de muitos passos que ainda vamos dar”, disse, confiante, Hammes.

O secretário de Saúde explicou que, neste primeiro momento, a vacinação será volante. “Com a confirmação da quantidade de vacinas que chegará a cidade neste primeiro momento, faremos a vacinação volante, atendendo os públicos prioritários elencados pelo Governo Federal. As equipes irão diretamente às unidades de saúde para fazer a imunização das equipes, seguindo calendário que já está sendo definido. Os postos de vacinação previstos pela Saúde no Plano Municipal de Vacinação serão abertos apenas quando houver novas doses, de forma que seja possível atender os demais públicos incluídos na primeira, segunda, terceira e quarta fases da campanha.

Hammes lembrou que a decisão do Ministério da Saúde de comprar todas as doses inviabiliza a compra direta da vacina pelos municípios. Toda a produção do laboratório Sinovac/Butantan foi adquirida pelo Governo Federal, que fará a distribuição para todo o país. “Seguiremos nosso planejamento, levando em conta a chegada das remessas”, detalhou.

O secretário de Saúde frisou que, mesmo com o início da vacinação, é imprescindível que a população mantenha todos os cuidados para evitar a disseminação do coronavírus: “Contamos com a colaboração de todos, evitando aglomerações, usando máscara e higienizando as mãos”.