Petrópolis é um dos destinos-tendência 2021, segundo o Ministério do Turismo  - Reprodução
Petrópolis é um dos destinos-tendência 2021, segundo o Ministério do Turismo Reprodução
Por O Dia
Petrópolis - Petrópolis foi destaque em uma lista divulgada na última quinta-feira (28) pelo Ministério do Turismo como destino de viagem tendência para 2021. O Governo Federal apresentou 21 locais pelo país, sendo que a Cidade Imperial foi uma das sete citadas da região Sudeste.
O estudo segue a tendência de comportamento identificada em viajantes após a pandemia do coronavírus, tendo como base os principais sites de pesquisa do setor, além de publicações e dos destinos que se alinham à demanda do novo turista.

“Petrópolis é uma cidade turística. É uma grande alegria para todos nós fazermos parte dessa lista. Ela ajuda a fortalecer o turismo de nossa cidade, um setor tão importante para a economia do município”, comemorou o prefeito interino, Hingo Hammes.

A Cidade Imperial teve destaque por estar rodeada por uma exuberante Mata Atlântica. Petrópolis e Angra dos Reis são as únicas cidades, além da capital, que representam o Estado do Rio de Janeiro. Brasília (DF), Foz do Iguaçu (PR), Rio de Janeiro (RJ) e Maceió (AL) aparecem no topo da listagem.
Publicidade
O secretário da Turispetro, Samir El Ghaoui, também comemorou a participação de Petrópolis na lista: “É com grande satisfação e orgulho que recebemos essa notícia. Tenho certeza que isso ajudará a potencializar ainda mais o turismo de nossa cidade, e que os turistas e veranistas vão aproveitar e descobrir ainda mais as belezas e encantos da nossa cidade”.

Ele lembra que, por conta da pandemia, os pontos turísticos da cidade estão em funcionamento com horários definidos, e regras de saúde e higienização. “A Casa Santos Dumont, o museu Casa do Colono, e o Trono de Fátima, aos fins de semana, estão em funcionamento. Além deles, o Centro Cultural de Nogueira e de Pedro do Rio estão abertos ao público. Infelizmente por questões sanitárias e de segurança, não podemos receber turistas em outros locais”.