Prefeito interino, HIngo Hammes, esteve na Casa do Trabalhado, no centro da cidade - Divulgação
Prefeito interino, HIngo Hammes, esteve na Casa do Trabalhado, no centro da cidadeDivulgação
Por O Dia
Petrópolis - A Casa do Trabalhador, instalada em Petrópolis no último dia 14, encerrou o mês de janeiro com saldo positivo. Foram 1.448 atendimentos. No período, foram emitidas 321 carteiras de trabalho, incluindo as CTPS digitais. A novidade, no entanto, é a transferência para o local de núcleo da Fundação Leão XIII e a disponibilização de um espaço para uso de empresários.

“A Casa do Trabalhador é um espaço de possibilidades tanto para quem busca uma oportunidade de emprego quanto para o empresário, que conta com o suporte para realização de processos seletivos e qualificação profissional”, explica o prefeito interino, Hingo Hammes.

De acordo com Marcelo Soares, secretário de Desenvolvimento Econômico, por meio da parceria com a Fundação Leão XIII, no local estão sendo emitidos documentos como carteira de identidade e certidões de casamento e nascimento.

“Essa parceria é importante para atender as famílias mais carentes. Tem direito as pessoas que recebem até dois salários mínimos. O processo é simples”, explica Leonardo.

No local, os cidadãos obtêm orientações e informações relacionadas ao balcão de empregos e recebem dicas de como se preparar para uma entrevista, por exemplo. A Casa do Trabalhador funciona no Terminal Rodoviário Centro de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h.