Equoterapia - Divulgação/PMPR
EquoterapiaDivulgação/PMPR
Por O Dia
A Prefeitura de Porto Real retomou no mês de agosto, obedecendo todos os protocolos de segurança contra o coronavírus, o Serviço de Equoterapia.
A partir dos três anos de idade, pacientes com lesões neurológicas; paralisia cerebral; acidentes vasculares; lesão medular, autismo; déficit de atenção e de aprendizagem; síndromes genéticas como Down e West, podem, através de encaminhamento médico, ser indicados para o tratamento.
Publicidade
Conforme informações da Secretaria Municipal de Saúde, para ter acesso ao serviço, o paciente precisa passar pelo médico na Unidade de Saúde da Família de sua referência, que avalia a real necessidade do paciente para o tratamento, de onde é encaminhado para o neurologista/neuropediatra.
Após avaliação do neurologista, de posse do encaminhamento médico, documento de identificação ou Certidão de Nascimento, comprovante de residência e Cartão SUS é preciso abrir um processo no Protocolo Municipal.
Publicidade
Esse processo é encaminhado à Secretaria Municipal de Saúde, avaliado pelo Centro de Reabilitação Nicolau Serfiotis e pelos profissionais de equoterapia. Após ser aprovado o paciente inicia o tratamento caso haja disponibilidade de vagas.
Equoterapia
Em funcionamento no Sítio da Mirthes, localizado à Rua Professora Dona Betina, n° 1250, no bairro Centro, o Serviço de Equoterapia conta com uma equipe formada por instrutores de equitação, auxiliares-guias, fisioterapeutas, psicóloga e veterinário e atende também adolescentes e adultos, sem restrição de faixa etária.
Publicidade
Trinta pacientes realizam o tratamento, sendo dois por horário às segundas e terças, cerca de 40 por minutos cada um por semana, sem gerar qualquer aglomeração. O transporte vai ser ofertado pela Secretaria de Educação, Cultura e Turismo, a partir de terça-feira (08).
Mais informações através do telefone da Secretaria Municipal de Saúde: (24) 3353-4899.