As palestras
As palestras "Eu faço a Diferença?" e "Afetividade no Socioeducativo" abordaram temas como: amor e cuidado próprioDivulgação
Por Divulgação
Rio das Ostras - Cerca de 70 servidores, entre oficineiros, cuidadores sociais, orientadores, professores de Educação Física e diretores de unidades, que atendem os participantes do Serviço de Convivência de Fortalecimento de Vínculos da Prefeitura de Rio das Ostras, receberam capacitação na última segunda-feira. O encontro aconteceu no auditório da Escola Maria Teixeira de Paula, em Jardim Campomar.

Durante o encontro, participaram da palestra com o tema “Eu faço a Diferença?”, da psicanalista e pedagoga Kelli Arruda, e da oficina “Afetividade no Socioeducativo”,com a assistência social Roseli Alves Ribeiro.

Esta é uma ação continuada em que, uma vez por mês, servidores das unidades administradas pela Secretaria de Bem-Estar Social passam por capacitação profissional.

“Esta capacitação me deixou pensativa. Me mostrou a importância de me olhar, me conhecer e me aceitar. Se não for assim não poderei fazer pelo próximo. Sempre pensei em primeiro lugar em cuidar dos usuários e só depois em mim. Hoje aprendi que preciso de me olhar primeiro”, contou Amanda Vasques, oficineira de dança.

Para a palestrante Kelli Arruda a reposta dos cuidadores sociais foi positiva. “Falar sobre fazer a diferença para si mesmo, para os oficineiros e orientadores sociais foi uma experiência incrível, pois fomentando o autocuidado, a autoestima, o amor próprio, a autorresponsabilidade. É dar uma visão ampla sobre o mundo pessoal. A receptividade, a interação e a aceitação de todos, bem como os feedbacks positivos, mostraram que valeu a pena falar sobre o tema”, contou.

A Assistente Social Roseli Ribeiro contou que o acolhimento é início de tudo. “Planejar atividades e participar das mesmas com as crianças e envolver as famílias no desenvolvimento e interesse delas começa com um bom acolhimento. Só assim melhoramos a qualidade de vida e fortalecemos vínculos familiares”, contou.