Equipamentos médicos usados no combate à covid-19, como respiradores e máscaras, poderão ser comprados e pagos antecipadamente pelo setor público - Divulgação/Gabriel Sales
Equipamentos médicos usados no combate à covid-19, como respiradores e máscaras, poderão ser comprados e pagos antecipadamente pelo setor públicoDivulgação/Gabriel Sales
Por Divulgação
Rio das Ostras - Em meio à pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de Rio das Ostras vem adotando diversas medidas de prevenção e buscando alternativas para driblar possíveis problemas, com o objetivo de garantir a proteção de toda a população no enfrentamento da doença. Trata-se de uma crise mundial, que afeta não só a saúde pública como também as atividades econômicas e finanças dos municípios e, com isso, também surgem muitas dúvidas e especulações.
No entanto, em Rio das Ostras, ao contrário de algumas fake news instaladas em redes sociais, a Administração Municipal conseguiu mais um avanço, a aquisição de novos insumos e equipamentos de proteção individual para os profissionais da Saúde, visando a assistência adequada e segurança no atendimento de pacientes suspeitos ou confirmados para Covid-19.

Por meio do Fundo Municipal de Saúde, a Prefeitura efetivou a compra emergencial de vários insumos e equipamentos necessários para aquisição exclusiva dos profissionais da Saúde, que estão na linha de frente em combate ao Coronavírus, respeitando todos os protocolos e procedimentos operacionais (padrão), publicados para o contexto atual, pelo Ministério da Saúde.

Além de proteger as equipes, os Equipamentos de Proteção Individual – EPI’s também asseguram a saúde dos pacientes, evitando que algum profissional contaminado e assintomático transmita a doença. Em Rio das Ostras foram adquiridos 10 mil unidades de máscaras N95; 220 mil máscaras cirúrgicas; 7.700 toucas de proteção e o mesmo número de sapatilhas hospitalares; 14.892 luvas de procedimento e mais 38.607 luvas cirúrgicas estéreis; 1040 aventais descartáveis impermeáveis; 1000 macacões de uso pessoal para trabalho em área contaminada; 2.560 unidades de sabonete líquido; 6.700 litros de álcool etílico hidratado a 70% para higiene de superfícies; 2.560 unidades de 800ml de álcool etílico hidratado a 70% em gel para higiene das mãos; além de protetores faciais e óculos de proteção facial.

Todo o material foi encaminhado as Unidades de Saúde do Município, incluindo Pronto-Socorro, Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24h e Hospital Municipal.

Na UPA 24H, que foi aberta no início deste mês no Âncora, os profissionais já estão todos equipados e seguros para os atendimentos. Para o diretor da unidade, Sandro Pereira Ribeiro, os equipamentos de proteção são de extrema importância para o desenvolvimento do trabalho, principalmente, nesse período difícil da Saúde Pública no país.

“Estamos passando por tempos difíceis e a abertura da UPA já foi um grande avanço para a Saúde de Rio das Ostras. Agora conseguimos esses equipamentos e somos muito gratos por isso, pois vai trazer mais segurança e proteção não só para nossos profissionais que estão na linha de frente, mas também toda a população, em especial, os pacientes que enfrentam a Covid-19. Temos que estar todos preparados para a disseminação desse vírus e vamos trabalhar para garantir o melhor atendimento possível, porque o objetivo é salvar vidas”, ressaltou o diretor.

NOVA AQUISIÇÃO – Tão importante quanto os EPI’s, outros equipamentos também são fundamentais nesse processo, como os respiradores. Para reforçar os atendimentos, o Município também já iniciou a compra de 36 novos respiradores para as Unidades de Saúde. No que diz respeito ao número mínimo de aparelhos, é importante frisar que não existe número ideal em uma pandemia. No entanto, os que estão disponíveis estão atendendo, porque até o momento nenhum dos pacientes atendidos está fazendo uso de respirador.