As fiscalizações têm caráter educativo, porém, se o cidadão não acatar as orientações do agente, poderá ser levado à Delegacia, para que seja autuado por desobediência - Divulgação
As fiscalizações têm caráter educativo, porém, se o cidadão não acatar as orientações do agente, poderá ser levado à Delegacia, para que seja autuado por desobediênciaDivulgação
Por Divulgação
Rio das Ostras - Para que a população não sofra com o Covid-19, a Guarda Civil Municipal está atuando em toda Cidade, orientando a comunidade para que sigam as determinações dos decretos municipais e respeitam as recomendações dadas pelo Ministério da Saúde. Os agentes estão atuando nas filas das agências bancárias que realizam o pagamento de auxílios do Governo Federal, nos pontos turísticos fechados para visitação e realizando o patrulhamento a fim de verificar o cumprimento do fechamento de parte dos estabelecimentos comerciais.

São 96 agentes trabalhando diariamente, distribuídos por todo o Município. As fiscalizações têm caráter educativo, porém, se o cidadão não acatar as orientações do agente, poderá ser levado à Delegacia, para que seja autuado por desobediência.

Defesa Civil – A Defesa Civil atuou nas agências bancárias e realizou a demarcação nas calçadas de distanciamento de 1,5 metros de um cidadão para o outro, para que a população mantenha a distância segura nas filas.

Os agentes do Centro de Defesa Ambiental juntamente com a Defesa Civil também estão atuando nas praias, orientando a todos que não saiam de casa, e respeitem as medidas restritivas.

A Administração Municipal pede que a população respeite as medidas de isolamento social para achatamento da curva de contágio do Coronavírus.

Para que a pandemia possa ser controlada é importante que a população siga as orientações da Organização Mundial de Saúde e do Ministério da Saúde e respeite as determinações dos decretos municipais.

Aglomeração de pessoas e apreensão de linhas chilenas – No último final de semana, a GCM recebeu inúmeras denúncias de populares aglomerados soltando pipas. Em diligência até os locais, os agentes apreenderam os carretéis de linha “chilena” e um tubo de plástico com cerol, encontrados com os jovens que soltavam pipas.