Secretaria de Saúde estabelece procedimentos sobre monitoramento de casos de Covid-19 em Rio das Ostras

Novas estratégias são definidas para ampliar o monitoramento dos casos suspeitos e confirmados de Covid-19 no município

Por Divulgação

Equipe da Vigilância Epidemiológica em monitoramento de casos
Equipe da Vigilância Epidemiológica em monitoramento de casos -
Rio das Ostras - Nesse novo cenário de incertezas e isolamento social, as dúvidas se tornam constantes em relação ao acompanhamento das medidas e ações efetivas de combate ao coronavírus. Sendo assim, diante do risco provocado pela pandemia, a Secretaria de Saúde de Rio das Ostras definiu novas estratégias para ampliar o monitoramento dos casos suspeitos e confirmados de Covid-19 no Município.

Este monitoramento prevê duas estratégias, sendo uma voltada para os casos leves e outra denominada “vigilância ativa” para as ocorrências moderadas e graves, que foram definidas por meio das Coordenadorias da Vigilância Epidemiológica e da Atenção Básica de Saúde.

Para conhecimento, os casos leves são aqueles casos suspeitos que evoluem para a cura sem o agravamento das condições clinicas, portanto, sem necessidade de internação hospitalar. Ou seja, a pessoa procura os serviços de Saúde com suspeita de Covid-19, sendo realizado o preenchimento da ficha de notificação e orientada a permanência em isolamento domiciliar sem agravamento dos sintomas.

Segundo a coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Andréa Viana, para estes casos foi disponibilizado o serviço 0800. O usuário ou familiar deverá acessar o número 0800 0238100, para solicitar qualquer informação e tirar dúvidas. É importante ressaltar que o profissional de teleatendimento está capacitado para estreitar o contato da família com a Vigilância Epidemiológica a fim de oferecer informações necessárias até o encerramento do caso.

“Vale destacar que 80% dos casos notificados são leves e estamos priorizando os casos mais graves. Mas, também é fundamental e de suma importância que a população participe desse monitoramento, entrando em contato para tirar as dúvidas. É preciso que haja uma vigilância ativa dos dois lados”, completou Andréa.

A coordenadora ressalta ainda que, atualmente, os profissionais da Saúde têm caminhado para uma vigilância com uma maior participação comunitária enquanto aliada das ações voltadas ao monitoramento das doenças no território.

OUTROS CASOS – Em relação às medidas para outros casos, a Secretaria de Saúde explica que os casos de suspeita ou confirmação de Covid-19 que passaram por internação hospitalar ou que evoluíram para óbito são considerados graves ou moderados. Para estes casos, será realizado o Monitoramento Ativo do caso e seus contatos.

Sendo que, nestes casos, as equipes da Vigilância Epidemiológica ou da Atenção Básica entrarão em contato com estas pessoas por teleatendimento ou visitas domiciliares.

RESUMO DO MONITORAMENTO DOS CASOS NOTIFICADOS

– Síndrome gripal (Casos leves) – Suspeitos para Covid-19 com sintomas gripais leves em Isolamento Domiciliar: usuário ou familiar deverá acessar o 0800 0238100, para tirar dúvidas quanto ao isolamento, progressão dos sintomas e quaisquer outras que surjam no decorrer do isolamento domiciliar.

– Síndrome gripal aguda grave (Casos de moderados a graves) – Suspeitos para Covid que passaram por internação hospitalar: monitoramento ativo dos casos e seus contatos, pelas equipes da Vigilância Epidemiológica ou da Atenção Básica, por teleatendimento ou visitas domiciliares

– Óbitos com suspeita para Covid-19: Monitoramento ativo, dos casos e seus contatos, pelas equipes da Vigilância Epidemiológica ou da Atenção Básica, por teleatendimento ou visitas domiciliares.

Comentários