Algumas filas, como na porta da loja Casas Bahia, o distanciamento ficou comprometido, cerca de nove consumidores aguardavam juntos na calçada - Divulgação - Ronaldo Lima
Algumas filas, como na porta da loja Casas Bahia, o distanciamento ficou comprometido, cerca de nove consumidores aguardavam juntos na calçadaDivulgação - Ronaldo Lima
Por O Dia
Rio das Ostras - A prefeitura de Rio das Ostras flexibilizou as medidas de funcionamento de alguns comércios no município. O decreto de nº 2564/2020, publicado na última quarta-feira (10), autorizou a abertura de lojas de telefonia, eletrodomésticos, móveis, vestuários e calçados, jóias e presentes, cama, mesa e banho, desde o feriado de Corpus Christi (11/6).
A manutenção da suspensão ou retomada das atividades comerciais e econômicas do município será revista a cada 15 dias, enquanto durar o estado de calamidade pública, conforme orientações da OMS e Ministério da Saúde.
Publicidade
Além de ter álcool gel disponível para funcionários e consumidores, para retornar o atendimento aos clientes, o comércio deverá manter o ambiente higienizado com álcool 70 - várias vezes ao dia - e não permitir filas externas com mais de três pessoas. Os provadores estão proibidos, o distanciamento de um metro e meio e o uso de máscaras continua indispensável.
As pessoas que apresentarem sintomas de gripes, resfriados e alergias respiratórias não poderão ser atendidas. Os estabelecimentos citados no artigo segundo, obrigatoriamente, devem manter o controle de entrada por senha, limitado ao número de atendentes disponíveis, funcionando em sistema de rodízio.
Publicidade
As igrejas e templos religiosos podem realizar cultos com até 30% de sua lotação máxima. Com a possibilidade de aumentar o número de reuniões durante o dia, a fim de evitar a aglomeração de fiéis.
As medidas previstas no decreto poderão ser revogadas, ampliadas ou complementadas, de acordo com o avanço da pandemia.
Publicidade
Reação da população ao decreto
No último sábado (13), pela manhã, a população foi às compras, de máscara, porém, algumas filas, como na porta da loja Casas Bahia, o distanciamento ficou comprometido, cerca de nove consumidores aguardavam - um ao lado do outro - na calçada para serem atendidos. Já no Dia dos Namorados (12), havia uma aglomeração bem maior, na frente da loja O Boticário, segundo vídeo divulgado, denunciando a situação, no Facebook.
Publicidade
Cartazes informando a proibição da entrada sem máscaras estampavam as vitrines e o álcool gel distribuído na porta da loja, também virou peça fundamental da nova rotina comercial.
"Estamos seguindo as orientações de permitir a entrada de um cliente por vez e na porta da loja, temos o álcool gel para garantir a segurança e saúde de todos", afirmou o comerciante Marlon Gonçalvez, da loja LEk LEk - Acessórios para Celular e Presentes.
Publicidade
Para a moradora de Rio das Ostras, Rosiane Amorim, a reabertura do comércio foi essencial para manter a economia e sustento dos profissionais do segmento.
"Eu sinceramente acho que, não tinha mais condições do comércio ficar fechado. Os comerciantes vivem de venda, sem venda sem renda, sem condições de manter funcionários, enfim, desemprego, fome e crise", disse. Acrescentando que, "é preciso manter e respeitar o decreto, tanto os comerciantes como os consumidores. Usar máscara, álcool e manter a higiene. O cuidado individual faz diferença no coletivo", completou Rosi.
Publicidade
Movimento nas praias
Às 10:30h, do último sábado (13), a orla das praias do Bosque e do Centro estavam movimentadas por praticantes de esportes e exercícios físicos (prática autorizada, de acordo com o decreto). Já na areia, a regra foi descumprida por muitos banhistas, que se bronzeavam, tiravam fotos e passeavam à beira mar tranquilamente, assim como na Praia do Remanso em Costa Azul, às 11:30h.
Publicidade
O decreto municipal não liberou o uso das praias, até as praias mais distantes da parte central do município, como a de Areias Negras e a de Itapebussus, tiveram um número considerável de banhistas, notável pela quantidade de carros estacionados ao redor.
O que chamou atenção, foi que as pessoas pensaram que fugir para praias distantes seria uma boa opção de se isolar, porém, muitos tiveram a mesma ideia, causando aglomeração e desrespeitando o decreto.
Publicidade
A Prefeitura de Rio das Ostras informou que, carros da Guarda Civil Municipal estão percorrendo a cidade, retirando as pessoas das praias. Pontuando que, é necessário o bom senso e respeito da população nesse momento delicado de pandemia, em que os casos de contágio do Covid-19 são crescentes.