Município começou a fazer testes em caixas de pequenos e grandes comércios de alimentos - Divulgação/Cláudio Pacheco
Município começou a fazer testes em caixas de pequenos e grandes comércios de alimentosDivulgação/Cláudio Pacheco
Por O Dia
Rio das Ostras - As ações de enfrentamento ao novo coronavírus continuam firmes em Rio das Ostras. Além das fiscalizações sobre cumprimento dos decretos municipais e atendimentos clínicos nos locais de referência para Covid-19, o Município, por meio da Secretaria de Saúde, vem realizando testes rápidos em vários grupos de trabalhadores. Na última quinta-feira, dia 9, foi dado início a testagem em pessoas que trabalham como caixas no comércio local.

A ação começou pela manhã em Cidade Praiana. De acordo com a subsecretária de Atenção Básica e Vigilância em Saúde de Rio das Ostras, Glória Maria de Oliveira Magalhães, os testes serão realizados nos caixas de estabelecimentos de gêneros alimentícios, que funcionam nas localidades com maior índice de casos de Covid-19.

“Já temos uma listagem dos estabelecimentos comerciais e vamos percorrer desde os mercadinhos até os supermercados para testar os caixas, que também estão na linha de frente para atender necessidades essenciais de consumo e são mais vulneráveis a infecção pelo vírus. Hoje, começamos em Cidade Praiana, que é um dos locais com número mais elevado de casos da doença. Mas vamos seguir com a ação em outros bairros”, destacou Glória.

Ainda segundo a subsecretária, além de Cidade Praiana, as localidades que no momento apresentam maior incidência de casos de Covid-19 são Âncora, Jardim Mariléa, Nova Cidade, Cidade Beira Mar, Liberdade e Extensão do Bosque.

Estão participando do trabalho de testagem enfermeiros, técnicos em Enfermagem e agentes de combate a endemias do Município, que utilizam devidamente os equipamentos de proteção, garantindo maior prevenção de contágio à população.

GRUPOS JÁ TESTADOS – Desde o início das ações durante a pandemia, vários grupos fizeram teste para Covid-19. Primeiramente, foram testados os profissionais da Saúde e das Forças de Segurança, como guardas civis municipais; gestantes internadas no Hospital Municipal e adolescentes grávidas; trabalhadores da Defesa Civil; da Coordenadoria Municipal de Fiscalização (Comfis), e do Procon de Rio das Ostras.