Rio das Ostras incentiva consumo por delivery nos comércios locais durante Bandeira Laranja

A maioria dos comércios aderiu aos meios digitais para continuar trabalhando

Por O Dia

Maioria do comércio de Rio das Ostras está atendendo por delivery
Maioria do comércio de Rio das Ostras está atendendo por delivery -
Rio das Ostras - Diante da situação de Bandeira Laranja decretada pela Administração Municipal de Rio das Ostras no último sábado, 25, que estabelece regras mais restritivas para as atividades comerciais da Cidade, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo incentiva a população que utilizem serviços de Delivery dos comércios locais e consumam dos pequenos negócios de bairro.

Nestes últimos quatro meses, segundo dados de pesquisa do Sebrae, a queda média de faturamento dos pequenos negócios chegou a mais de 60% no País, agravando ainda mais as dificuldades que já se apresentavam antes da crise. Consequentemente, devido à redução de custos com pessoal, gerou a alta do desemprego.

Os pequenos negócios representam mais de 90% das empresas no Brasil e não é diferente em Rio das Ostras. Por isso, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo tem incentivado o consumo em comércio local, principalmente pelo sistema de delivery que favorece a determinação de que a população fique em casa.
“Sabemos o quanto o comércio está sofrendo em todo Brasil, e acompanhamos de perto esta situação em Rio das Ostras, que passa pelas mesmas dificuldades. Queremos muito que a população entenda que depende do comportamento de todos nós para que possamos flexibilizar a abertura, e estamos unidos nas dores dos empresários. Fizemos o Festival Delivery de Gastronomia, estamos em conjunto com a Assessoria de Comunicação e Tecnologia da Informação, trabalhando para lançar uma plataforma digital para venda do nosso artesanato, lutamos para conseguir o Auxilio Emergencial para ambulantes, feirantes e artistas, e na medida do possível incentivamos o consumo pelo delivery nos pequenos negócios de bairro”, disse Aurora Siqueira, secretária de Desenvolvimento Econômico e Turismo.

A Administração Municipal entende a questão econômica, mas está impossibilitada de flexibilizar a reabertura do comércio pelas autoridades sanitárias, devido ao aumento de casos confirmados nos últimos 15 dias.

Para se adaptar a esta realidade, a maioria dos comércios aderiu aos meios digitais para continuar trabalhando. A mesma pesquisa do Sebrae aponta que o comércio varejista lançou mão das vendas online de produtos e serviços essenciais e o delivery como estratégias. “Quem ainda não vendia pela internet, se adaptou, e essa é a solução mais acertada, primeiramente para garantir os negócios e também para manter as pessoas em casa”, explicou Aurora.

Os comércios estão usando as redes sociais para o atendimento ao público, e assim colaborando com o isolamento social. Caso não consiga o produto ou serviço desejado pela internet, a ideia é priorizar a compra dos pequenos negócios de bairro para que o tempo de permanência nas ruas seja menor, e não tenha necessidade de utilizar o transporte público. Com isso, a economia local permanece girando.

Veja como está o funcionamento do comércio de Rio das Ostras na Bandeira Laranja pelo link https://www.riodasostras.rj.gov.br/coronavirus/assets/download/planilha-reabertura-dos-estabelecimentos-comerciais.pdf.

Para denunciar o descumprimento das determinações a Administração Pública informa os seguintes canais: Procon (das 8h às 17h) – (22)2771-6581 e faleprocon@gmail.com / COMFIS (das 9h às 17h) – (22)2760-6891 / Guarda Civil Municipal (24h) – (22)2760-6236 e 0800 022 6301. 

Comentários