A mostra conta com patrocínio da Lei Aldir Blanc, do Governo Federal, do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.
A mostra conta com patrocínio da Lei Aldir Blanc, do Governo Federal, do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. Divulgação
Por O Dia
Rio das Ostras - O Primeiro Homem, Coletivo e Núcleo de Pesquisa Dramática de Rio das Ostras, estreia no dia 24 de março, às 20h, a primeira produção de teatro audiovisual do grupo: o espetáculo Pense Que Você é Deus. A peça é uma adaptação da obra de Matéi Visniec e retrata situações enfrentadas pelos migrantes no mundo globalizado desse século.
Matéi Visniec é um dramaturgo romeno/francês, poeta e jornalista, internacionalmente conhecido, por peças políticas e irônicas. Ele está entre os principais autores do gênero teatro do Absurdo, surgidas no pós-Segunda Guerra Mundial, que tratam temas como desolação e solidão, representada pelo ícone Eugène Ionesco.
Publicidade
Com gélidas imagens e frases dilacerantes, o espetáculo convida o espectador a refletir sobre o pertencimento e a ferocidade ao lidar com o que é estranho e novo. A direção é de Ritcheli Santana, professor e orientador das montagens de formatura do Curso Técnico de Teatro do Centro de Formação Artística de Rio das Ostras. Ritcheli já dirigiu montagens premiadas como: Philip Glass Compra Pão, Cômodos e Os Sete Gatinhos. Seu último espetáculo “Tia Julia e o escrevinhador” esteve em cartaz no Teatro Poeira. A produção executiva é de Julya Avila e elenco conta com: Matheus Portella, Maitê Bersot, Eduardo Alves, Vanessa D. Morais, Peterson Ferreira, Eduarda Crecembeni, Karol Morais e Oliver.
A captação da peça é uma produção da LIKE Produtora. - Divulgação
A captação da peça é uma produção da LIKE Produtora.Divulgação
A montagem será transmitida online e gratuita, fortalecendo a formação de plateias e garantindo acesso à cultura, através do canal do YouTube PQVED. O formato digital, devido às restrições impostas pelo avanço da COVID-19, apresenta um novo desafio do espetáculo e a caixa cênica.
Publicidade
A mostra conta com patrocínio da Lei Aldir Blanc, do Governo Federal, do Governo do Estado do Rio de Janeiro e da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa. A captação da peça é uma produção da LIKE Produtora.