Ondas fortes e correntezas amedrontaram banhistas

Mesmo com temperatura batendo 34ºC, poucos enfrentaram a ressaca do mar

Por bianca.lobianco

Rio - A temperatura ontem estava na casa dos 34ºC, mas a ressaca no mar afastou os banhistas e o que se viu em toda a Zona Sul foram praias vazias. No Arpoador e Ipanema as placas sinalizando perigo estavam por todas as partes. Mesmo assim, alguns surfistas enfrentaram as ondas, que causam mais correntezas nesta época do ano.

Gabriele Santos, 17 anos, moradora do município de Belford Roxo, Baixada Fluminense, acordou cedo para ir com os pais à praia do Arpoador. A moça não esperava ver as ondas tão fortes.

“O mar está agitado hoje, não vamos nem nos arriscar a entrar", contou. Outras famílias aproveitaram o domingo ensolarado para admirar a vista da Pedra do Arpoador e se despedir do final de semana.

Devido a quantidade de banhistas ser menor, os agentes da Comlurb e a guarda municipal estavam em um dia mais tranquilo.

A criançada se esbaldou no bolsão d’água que se formou no meio da Praia do Leme. Teve até cambalhotaEstefan Radovicz / Agência O Dia

“O mar está agitado e consequentemente temos menos banhistas e menos lixo despejado na areia. Distribuímos sacolas para que o pessoal deposite as embalagens e latinhas de refrigerante", contou um agente.

No leme, apesar de o mar estar também revolto, o número de banhistas era um pouco maior. Uma lagoa se formou na areia, dando a oportunidade para as crianças aproveitarem a praia com um pouco mais de segurança.

A temperatura no Rio devem se manter entre 22ºC e 35ºC, de acordo com Climatempo. A segunda- feira será de céu parcialmente nublado com possibilidades de chuva à tarde e à noite, com previsão de estabilidade na quarta- feira.

O final de semana seguinte prosseguirá com as mesmas temperaturas, com possibilidades de chuvas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia