Ex-marido de Mulher Filé vai a júri popular na semana que vem

Ele é suspeito de ter matado quatro rapazes, em dezembro de 2013, que estariam fumando maconha na Vila da Penha

Por gabriela.mattos

Rio - O Tribunal de Justiça do Rio marcou para a próxima terça-feira, a partir das 13h, o júri popular do ex-cabo da Polícia Militar Marcio Roberto Cunha Travessa Soares, ex-marido da funkeira Yani de Simone, conhecida como Mulher Filé. O homem é acusado de matar quatro pessoas, na Vila da Penha, na Zona Norte, em dezembro de 2013. Ele responde por homicídio duplamente qualificado por motivo torpe e com recurso que impossibilite a defesa da vítima quatro vezes.

Conhecido como MM, o ex-cabo está preso no dia 1º de fevereiro de 2014, no conjunto habitacional Ipase, na Avenida Vicente de Carvalho. Segundo as investigações, na ocasião, o suspeito viu os quatro rapazes — Cléber Ribeiro da Silva, Leandro Silva dos Santos, Leandro Peixoto de Farias e Jefferson de Ramos Lima — fumando maconha na Avenida Pastor Martin Luther King, na Vila da Penha, e mandou que eles se retirassem do local.

No entanto, eles não saíram e Marcio deu disparos contra o grupo. Durante as investigações, a PM encontrou duas pistolas e um taco de beisebol na casa do acusado.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia