Governo terá que pagar R$ 450 mil por morte de criança causada por dengue

Em janeiro de 2012, menino foi internado no Hospital Estadual Rocha Faria com o diagnóstico de meningite

Por gabriela.mattos

Rio - A Justiça do Rio determinou, nesta terça-feira, que o governo estadual pague uma indenização de R$ 450 mil por dano moral à família de um menino, de nove anos, que morreu por causa de dengue no Hospital Estadual Rocha Faria, em Campo Grande, na Zona Norte, em janeiro de 2012.

Segundo a denúncia, naquela época, os pais levaram Raphael Wanderson até a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Campo Grande e o menino foi liberado após fazer um exame de sangue. No entanto, a criança continuou tendo os sintomas depois de três dias do atendimento e a família resolveu levá-la até o Hospital Estadual Rocha Faria. Diagnosticado com meningite, Raphael foi internado na unidade. Somente depois da morte do menino que os médicos descobriram que era dengue.

No processo da 1ª Vara de Fazenda Pública, o governo foi condenado a pagar indenizações por dano moral à família da criança. O pai e a mãe receberão R$ 100 mil cada e serão pagos R$ 25 mil a cada um dos dez irmãos.

Além disso, a desembargadora Cristina Tereza Gaulia, relatora do processo, mandou também pagar a despesa com funeral. Foi rejeitado o pedido de concessão de pensão pelo Estado. Segundo a magistrada, por serem mais velhos, os outros filhos logo estarão inseridos no mercado de trabalho e poderão cuidar dos pais.

Procurada pela reportagem, a Procuradoria Geral do Estado informou que aguarda a publicação do acórdão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia