Erramos: Vírus H1N1 já matou 29 pessoas só no Estado do Rio

Diferente do divulgado anteriormente, número de vítimas fatais do vírus influenza no estado não é de 70

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Diferente do que foi divulgado na edição impressa desta terça-feira de O DIA e também em nosso site, 29 pessoas morreram pelo vírus H1N1 no estado do Rio, e não 70. A Subsecretaria de Vigilância em Saúde da Secretaria de Estado de Saúde informou que, em 2016, foram confirmados por exames laboratoriais 105 casos de síndrome respiratória aguda grave por vírus Influenza A H1N1 no estado. Abaixo, segue a matéria com as correções realizadas. Pedimos desculpas pelo equívoco.

O vírus da influenza A (H1N1) já matou 470 pessoas, segundo o Ministério da Saúde. Somente este ano, 29 pessoas vieram a óbito no Estado do Rio de Janeiro, como informou a Secretaria Estadual de Saúde. Os dados gerais são do novo boletim do Ministério da Saúde, que registrou 2.808 casos de todos os tipos de influenza no país até 9 de maio. 

A maior concentração de casos da doença está na Região Sudeste (1.381), a maior parte deles (1.209) no Estado de São Paulo. Em seguida, aparecem outros estados: Rio Grande do Sul (198), Paraná (165), Goiás (153), Santa Catarina (102) e Pará (101).

Até ontem, já foram vacinadas em todo o país 35,4 milhões pessoas na campanha nacional contra a influenza, o que representa 71% do público-alvo. A meta é vacinar, pelo menos, 80% de 49,8 milhões de pessoas, consideradas mais vulneráveis, até sexta-feira, quando acaba a campanha nacional. Paraná, São Paulo, Amapá, Espírito Santo e o Distrito Federal já atingiram a meta de vacinação. 


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia