Informe do DIA: Após depoimento sobre drogas, Beltrame terá que se explicar

Secretário defendeu a regulamentação das drogas em sessão na Alerj. Ele deve ser convocado por comissão de segurança

Por gabriela.mattos

Rio - A Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados (CSPCCO), que tem como vice-presidente o deputado e pastor Ezequiel Teixeira (PTN-RJ), pretende convocar o secretário José Mariano Beltrame para questioná-lo acerca dos depoimentos prestados na terça-feira, na Alerj.

Beltrame defendeu a regulamentação das drogas no país como alternativa para deter a escalada da violência. A CSPCCO, formada majoritariamente por deputados das chamadas bancadas da bala e da Bíblia, não vê a ideia do secretário com bons olhos.

Calado é um poeta
Após a audiência de Beltrame, o deputado Marcelo Freixo (Psol) condenou as declarações do governador em exercício Francisco Dornelles à Rádio Globo. “É um governador que não fala. E quando fala, seria preferível que ficasse calado”, disse.

A frase de Dornelles
Freixo se referiu à frase “Polícia não vai para a rua distribuir água benta” que, segundo o deputado, é um estímulo à violência já praticada por umas das polícias que mais matam em todo o mundo.

Por falar em segurança
No Quartel General da Polícia Militar, o burburinho da vez diz respeito ao comércio de relógios com câmeras por lá. Tem feito mais sucesso que o Big Brother. Vamos ver o resultado disso.

Clima de maio
A pesquisa sobre a sucessão municipal realizada pelo IBPS e divulgada ontem aqui foi realizada entre os dias 11 e 13 de maio e recebeu o registro no TSE RJ-05099/2016.

Crivella na frente
O levantamento mostrou a liderança do senador Marcelo Crivella com 23,1%, seguido por Marcelo Freixo (12,3%), Romário (11,6%), Pedro Paulo (6,3%), Flávio Bolsonaro (5,6%) e Jandira (5,6%).

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia