Capaz de ler placa a 450 km de altura, ‘espião’ vai monitorar Rio na Olimpíada

Eros-B, já em teste, será uma das principais armas contra ataques terroristas

Por cadu.bruno

Rio - Um pequeno equipamento, praticamente invisível a mais de 400 km de altura, mas dotado de tecnologia gigantesca, será o ‘anjo da guarda’ da segurança na Olimpíada do Rio. O satélite israelense Eros-B, já em teste, com definição de imagem de até 50 cm em um espaço de 450 mil metros quadrados, será uma das principais armas contra ataques terroristas.

Clique na foto e veja o infográfico interativoArte O Dia

O Rio de Janeiro, que receberá um milhão de turistas, é o principal alvo de vigilância. O sistema vai ajudar a manter a integridade de 12 mil atletas, comissões técnicas, visitantes, 30 mil jornalistas, autoridades e chefes de Estado de 209 nações, também em Belo Horizonte, Brasília, Salvador, São Paulo e Manaus. Confira os detalhes do espião mais potente que já pairou sobre nossas cabeças.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia