Ex-namorado é suspeito de matar jovem asfixiada com fio de telefone em Ramos

A motivação seria ele não aceitar o término do relacionamento. Ele tentou se suicidar tomando chumbinho e está internado

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Bianca Estevam%2C de 18 anos%2C foi morta asfixiada por um fio de telefoneReprodução Facebook

Rio - Uma jovem de 18 anos foi morta asfixiada com um fio de telefone em Ramos, na Zona Norte, nesta quarta-feira. O principal suspeito é o ex-namorado de Bianca Silva Estevam, identificado como Douglas Fernandes, que não aceitava o término do relacionamento. Ele foi preso em flagrante e está internado sob custódia após tentar se suicidar ingerindo chumbinho.

Os dois teriam terminado o relacionamento há cerca de uma semana e, segundo a polícia, esta é a principal linha de investigação do crime, que aconteceu no fim da tarde desta quarta-feira. Bianca estava sozinha no momento em que foi morta e o suspeito teria planejado a ação. 

Segundo a Delegacia de Homicídios da Capital (DH-Capital), Douglas Fernandes de Oliveira foi preso pelo crime de feminicídio. Segundo a DH, uma perícia minuciosa foi realizada no local.

Douglas foi levado para o Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, onde passou por lavagem estomacal e permanece internado sob custódia. Segundo a unidade, ele não corre risco de morrer. 

Nas redes sociais, amigos de Bianca lamentaram a sua trágica morte. "Meu Deus. Onde vamos parar com tanta violência? #QDeusHaTenha", disse uma amiga. "Que deus ilumine a sua chegada ao céu e que ilumine não só o coração de sua família, como a de todos que sempre irão te amar. Meus sinceros sentimentos a todo", escreveu outro amigo.

O perfil de Douglas no Facebook foi alvo de pessoas revoltadas com o crime. "Vai pagar tudo!!! A justiça de Deus nunca falha!! Assassinoooooooo", escreveu uma usuária em uma foto do acusado.

Douglas Fernandes. Jovem matou ex-namorada por não aceitar fim do relacionamentoReprodução Facebook


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia