Tumulto em sessão da Câmara de Japeri

Subsecretário de Urbanismo e Habitação do município teria ainda sido agredido com socos e pontapés por opositores do atual governo

Por gabriela.mattos

Sessão terminou em confusãoDivulgação

Rio - Uma confusão generalizada tomou conta de uma sessão para a aprovação dos 5% de suplementação orçamentária por parte dos vereadores de Japeri, na Câmara Municipal, ontem de manhã. No plenário, ainda durante a sessão, o estudante universitário e subsecretário de Urbanismo e Habitação do município, Igor Victor Domingos Pereira, de 20 anos, teria sido agredido com socos e pontapés por opositores do atual governo. A Câmara conta com 11 parlamentares.

Por causa da confusão, a sessão foi interrompida. Do lado de fora, profissionais da Saúde e da Educação faziam uma manifestação. Eles usaram faixas, apitos e cartazes, e pediram aos vereadores que aprovassem a suplementação orçamentária.

O líder dos manifestantes, Igor Pereira, ao perceber que os parlamentares votariam contra, ele solicitou o uso da palavra para questionar o motivo da negativa, mas não foi autorizado pelo presidente da sessão, vereador Cesar de Melo, a se manifestar. Ao insistir, o estudante teria sido retirado do plenário da Câmara sob xingamentos, chutes e socos. A agressão ao manifestante deu início a uma briga generalizada, que pôs fim à sessão, sem que ao menos houvesse a votação.

“Apanhei de seguranças por se manifestar contra esta covardia”, disse o rapaz, que ontem à tarde registrou queixa contra a agressão na 63ªDP (Japeri), que vai investigar o caso.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia