MP denuncia irlandeses por venda ilegal de ingressos dos Jogos

Dupla deve responder por organização criminosa, cambismo, marketing de emboscada, estelionato, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro

Por gabriela.mattos

Rio - O Ministério Público denunciou os irlandeses Kevin James Mallon, diretor da empresa britânica THG, e Patrick Joseph Hickey, presidente do Comitê Olímpico da Irlanda e membro do Comitê Olímpico Internacional (COI), por venda ilegal de ingressos oficiais das Olimpíadas Rio-2016. Os bilhetes também eram superfaturados, sendo que algumas vítimas desembolsaram US$ 8 mil (cerca de R$ 35 mil) por uma entrada.

A dupla deve responder por organização criminosa, cambismo, marketing de emboscada, estelionato, sonegação fiscal e lavagem de dinheiro. Outros sete estrangeiros e uma brasileira foram denunciados na mesma ação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia