Roubos em ônibus aumentam quase 92% no Rio, segundo dados do ISP

Instituto registrou 1.204 casos no mês passado, enquanto 628 ocorrências foram contabilizadas no mesmo período de 2015

Por gabriela.mattos

Rio - Um novo levantamento do Instituto de Segurança Pública (ISP), divulgado na tarde desta sexta-feira, apontou que houve um aumento de 91,7% de roubos em ônibus em agosto no estado em relação ao mesmo período de 2015. No mês passado, foram registrados 1.204 casos contra 628. 

Em agosto, houve ainda um crescimento de 68,1% em roubos de rua, que inclui furtos a celulares e assaltos a pedestres, além de roubos em coletivos. Foram registrados 11.031 casos no mês passado, enquanto 6.562 ocorrências foram contabilizadas no mesmo período de 2015. O ISP mostrou também que no último mês teve um aumento de 67,2% apenas nos casos de assaltos a pedestres: 8.065 registros contra 4.825 do ano passado.

Na pesquisa, o instituto também analisou as ocorrências registradas entre janeiro e agosto deste ano em relação ao mesmo período de 2015. O número de roubos de rua aumentou 41,7% no estado. No ano passado, o ISP tinha contabilizado 56.966 ocorrências. Já neste ano, foram 80.731.

De acordo com o levantamento, houve ainda um crescimento de 17,4% em casos de homicídios dolosos. Nos oito primeiros meses de 2015 foram registradas 2.747 ocorrências, enquanto neste ano, 3.224. O ISP registrou ainda 25 mortes de policiais civis e militares em serviço entre janeiro e agosto de 2016. Enquanto foram 19 mortes no mesmo período do ano passado.

Letalidade violenta, que inclui homicídio doloso, latrocínio, lesão corporal seguida de morte, homicídio decorrente de oposição à intervenção policial, teve um aumento de 18,5%: 3.945 casos em 2016 contra 3.329 no ano passado. Apenas o indicador de homicídio decorrente de oposição à intervenção teve um aumento de 19,2%: 574 casos contra 459.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia