Por

O anúncio do iminente término das UPPs da Zona Oeste foi feito pela equipe de intervenção na terça-feira, com a justificativa de recompor o batalhão da região com mais policiais.

Levou-se em conta para a análise um estudo feito em conjunto do Instituto de Segurança Pública e pela PM, que O DIA divulgou em agosto. Nele, estão listadas as unidades mais problemáticas e constatou-se que "em um terço dos territórios das UPPs não era possível fazer policiamento sem confrontos".

Ao falar sobre a possível extinção das UPPs, o chefe do Gabinete da Intervenção Federal na Segurança Pública do Rio, general Mauro Sinott, afirmou que as ações são necessárias para o retorno da capacidade operacional da PM.

Você pode gostar
Comentários