Moradores da Ilha do Governador sofrem com falta de ônibus

Apreensão de 98 coletivos da viação Paranapuan pela Justiça prejudica mobilidade no bairro

Por O Dia

RIO - Os moradores da Ilha do Governador devem sofrer mais um dia com a falta de ônibus nas ruas. Desde sexta-feira, a viação Paranapuan, responsável por 17 linhas na região, está operando com apenas 32 dos seus 130 veículos. Uma medida judicial apreendeu 98 ônibus da frota por causa de dívidas da Paranapuan na compra dos carros. As linhas da empresa vão para o Centro, Tijuca e bairros da Zona Norte.

De acordo com o Consórcio Internorte, responsável pela operação das empresas na Ilha, o plano emergencial que deveria ser acionado está limitado por conta da crise no setor. "As consorciadas já estão suprindo a operação de outras empresas que paralisaram suas atividades nos últimos meses", informou por nota.

Morador da Ilha, o militar João Vitor, de 20 anos, precisará sair mais cedo de casa para pegar ônibus hoje. "Além da demora, os ônibus da empresa são péssimos. Já peguei ônibus quebrado, sem ar-condicionado e com a porta quase abrindo. Tivemos que descer e esperar outro veículo que demorou muito", reclamou.

Por nota, a Transportes Paranapuan afirmou que a medida liminar de busca e apreensão concretiza 'medida desproporcional e absolutamente irrazoável' e que está tomando medidas judiciais para reverter a decisão, que acaba trazendo graves prejuízos à população.

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro