PMs ainda não receberam pagamento do RAS

Regime Adicional de Serviço passou a ser obrigatório desde mês passado

Por Bruna Fantti

Secretaria de Fazenda ainda não realizou o pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS) de policiais militares
Secretaria de Fazenda ainda não realizou o pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS) de policiais militares -

Rio - A Secretaria de Fazenda ainda não realizou o pagamento do Regime Adicional de Serviço (RAS), que voltou a funcionar no mês passado de forma obrigatória aos policiais militares.

De acordo com a pasta, os pagamentos das diárias de R$ 163 deverão ocorrer em breve, pois a secretaria está consolidando os dados para depósito. A expectativa dos agentes era a de que os repasses do programa fossem debitados junto com os salários, no dia 14.

A volta do RAS de forma obrigatória tem gerado reclamações dos policiais, como mostrou O DIA no domingo. O programa foi criado em 2012 para afastar os PMs da segurança privada, atividade não autorizada pela corporação. O trabalho extra do programa permite ao policial complementar a renda de forma autorizada e era voluntário, ou seja, o policial podia optar pelo serviço extra.

Após ser suspenso em 2016, por conta da crise financeira, o RAS retornou mês passado, mas compulsório. Desde então, o policial perde uma folga na semana para participar do serviço, que às vezes ocorre longe de casa. "Moro no interior do estado, na cidade de Paraíba do Sul e estou sendo escalado em batalhões da capital", disse um policial que pediu para não ser identificado. "O valor que pagam no RAS não vale a pena, pois só de deslocamento da minha casa são 155 km. Eu pago pra trabalhar", desabafou. A PM não se manifestou a respeito das queixas.

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro