Bandidos explodem agência do Banco do Brasil em frente ao Cadeg, em Benfica

Em outro caso, em Itaboraí, assaltantes usaram retroescavadeira para tentar levar caixas eletrônicos em estabelecimentos

Por rafael nascimento e RAIMUNDO AQUINO

Após explodirem a agência, os bandidos trocaram tiros com PMs
Após explodirem a agência, os bandidos trocaram tiros com PMs -

Rio - Bandidos explodiram, na madrugada desta quarta-feira, o Banco do Brasil que fica na Rua Capitão Félix 121, em Benfica, na Zona Norte da cidade. A agência está localizada bem em frente ao Centro de Abastecimento do Estado da Guanabara (Cadeg). O ataque aconteceu por volta das 2h e, segundo relatos, os criminosos teriam feito disparos de tiros, duas explosões e mais uma sequência de tiros. Em Itaboraí, na Região Metropolitana do estado, criminosos usaram uma retroescavadeira para levar caixas eletrônicos de dois estabelecimentos.

No caso de Benfica, policiais da UPP Caju que estavam fazendo patrulhamento na região perceberam uma movimentação suspeita e foram até o banco. Chegando lá, os agentes deram de cara com os bandidos e houve troca de tiros. Os criminosos conseguiram fugir.

Um Chevrolet Prima com quatro marcas de tiros foi abandonado na Rua General Cordeiro de Faria, a cerca de 300 metros do local da explosão, e teria sido usado pelos bandidos na fuga.

A Polícia Militar foi até o Hospital Salgado Filho, no Méier, onde um homem deu entrada baleado, para saber se ele faz parte da quadrilha que atacou o banco.

Carro com marcas de tiros e sangue perto do local da explosão. Ele teria sido usado pelos bandidos - Severino Silva / Agencia O Dia

Procurada pelo DIA, a PM informou que agentes do 22°BPM (Maré) e do esquadrão antibombas chegaram a ser acionados para o local. "Buscas estão sendo feitas na região e não houve prisões, até o momento. A ocorrência encaminhada à 44ª DP", disse, em nota.

O Banco do Brasil avisou que parte do prédio e equipamentos da agência foram destruídas na ação e que ainda não há previsão de reabertura da unidade. "As investigações sobre o crime estão sendo conduzidas pelas autoridades competentes e o BB colabora com o processo de investigação. Quaisquer informações sobre o assunto são de responsabilidade da delegacia onde o boletim de ocorrência foi registrado", disse, em nota.

'Bandidos com fuzil na porta do meu prédio'

Ataque aconteceu à agência de Benfica - Severino Silva / Agencia O Dia

Quem mora próximo se assustou com os barulhos das explosões e dos tiros. "Quando meu pai colocou o olho na janela conseguiu ver alguns bandidos com fuzil na porta do meu prédio", conta a técnica em eletrotécnica Paula Parreira, de 30 anos, que mora a cerca de 100 metros do banco. "Sabia que tinha sido algo pelo Cadeg. Logo depois dos tiros, apareceram muitos carros de polícia", acrescenta.

Até quem não estava tão perto conseguiu ouvir o ataque à agência. Um morador da Rua Chantecler, na Mangueira, a cerca de um quilômetro do banco, contou que estava assistindo televisão quando se assustou com o barulho. "Fui na janela para ver o que estava acontecendo e ouvi muito carro correndo. Parecia que os bandidos estavam dando tiros enquanto fugiam do local. Ouvia o som diminuindo lentamente", relembra ele, que não quis se identificar, afirmando que os bandidos teriam seguido em direção à comunidade Parque Arará, localizada no bairro.

Outro morador da Rua Lopes Galvão, que também fica na região, disse que foram muitos tiros: "Acordei com muito tiro. Minha mulher também acordou assustada. Foi terrível", disse.

Uma moradora de uma vila de casas perto do local da explosão contou que o ataque causou tremou nos imóveis. "O barulho foi tão forte que a casa tremeu".

Ataque aconteceu à agência de Benfica, perto do Cadeg - Severino Silva / Agencia O Dia

Ataques repetidos

Em julho do ano passado, a agência do Santander que fica do outro lado da rua, colada ao Cadeg, também foi alvo de criminosos. Na ocasião, duas pessoas ficaram feridas por causa de uma troca de tiros entre a polícia e os bandidos.

Já o ataque desta quarta revela uma triste estatística. Esta foi a quinta explosão a caixas eletrônicos do Banco do Brasil em menos de um mês. O mais recente, aconteceu na última sexta-feira, na agência das esquinas da Avenida Dom Hélder Câmara com a Rua Menezes Vieira, próximo ao Norte Shopping, no Cachambi, também na Zona Norte. Na ação, os assaltantes chegaram a fazer comerciantes locais e algumas pessoas que estavam próximas reféns. Eles também entraram em confronto com policiais.

Ataque com retroescavadeira em Itaboraí

Bandidos usaram retroescavadeira para arrombar estabelecimentos - Reprodução / Internet

Em Itaboraí, criminosos usaram uma retroescavadeira para arrombar dois estabelecimentos, também na madrugada desta quarta. O crime aconteceu na Rua Raimundo de Farias, no bairro Nova Cidade, e os alvos foram uma padaria e uma farmácia.

Policiais militares do 35º BPM (Itaboraí) foram para o local, mas os criminosos já haviam fugido. Segundo informações da 71ª DP (Itaboraí), um dos caixas foi levado e o outro apenas danificado. Uma perícia foi realizada e os agentes da unidade fazem diligências para identificar e prender os autores.

Retroescavadeira usada no crime - Reprodução / Internet
Frente de um dos estabelecimentos ficou bem danificada - Reprodução / Internet
Frente de um dos estabelecimentos ficou bem danificada - Reprodução / Internet

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia

Galeria de Fotos

Após explodirem a agência, os bandidos trocaram tiros com PMs Severino Silva / Agencia O Dia
Ataque aconteceu à agência de Benfica, perto do Cadeg Severino Silva / Agencia O Dia
Ataque aconteceu à agência de Benfica Severino Silva / Agencia O Dia
Carro com marcas de tiros e sangue perto do local da explosão. Ele teria sido usado pelos bandidos Severino Silva / Agencia O Dia
Bandidos usaram retroescavadeira para arrombar estabelecimentos Reprodução / Internet
Banco fica bem em frente ao Cadeg Reprodução / Internet
Frente de um dos estabelecimentos ficou bem danificada Reprodução / Internet
Frente de um dos estabelecimentos ficou bem danificada Reprodução / Internet
Retroescavadeira usada no crime Reprodução / Internet