Ryan Lochte vira réu em processo após Justiça aceitar denúncia

Nadador mentiu para polícia durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016

Por O Dia

Campeão olímpico, Ryan Lochte, causou polêmica no Rio
Campeão olímpico, Ryan Lochte, causou polêmica no Rio -

Rio - A Justiça aceitou a denúncia do Ministério Público contra o nadador norte-americano Ryan Lochte e o atleta virou réu no processo por comunicação falsa de crime. Caso seja condenado, a pena prevista é de um a seis meses de prisão ou pagamento de multa.

Em 2016, Lochte mentiu para polícia durante os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Na ocasião, ele e outros três nadadores contaram as autoridades que foram assaltados depois de uma festa. Porém, as câmeras de segurança de um posto de combustíveis mostraram que, na verdade, o grupo depredou o banheiro do posto, além de brigarem com os funcionários do local.

A defesa do rapaz alega que ele é inocente, já que o primeiro relato foi dado a uma emissora de TV americana e não diretamente para a polícia. Já o MP alega que "a ação do denunciado trouxe sérias repercussões negativas à imagem do Brasil no exterior, e provocou mobilização e despesas com atos de investigação completamente inócuos, uma vez que não houve o crime de roubo que o denunciado noticiou".

 

Últimas de Rio de Janeiro