Por

Rio - O horário do jogo antecipou a hora do rush dos cariocas. Já por volta das 13h desta quarta-feira, vias importantes da cidade, como a Avenida Brasil, tinham engarrafamentos quilométricos, pois muitos trabalhadores saíram direto do batente para assistir à Seleção.

Às 14h, o congestionamento chegou a 220 km na cidade, 511% a mais do que a média de trânsito das últimas três semanas nos mesmos dia e horário. Já às 15h, o engarrafamento diminuiu para 101 km, mas, ainda assim, foi 165% a mais do que o normal, de 38 km.

Se por um lado a vitória verde e amarela encheu de orgulho os brasileiros, os sérvios sofreram com a eliminação da Copa. "Meu palpite já era 2 a 0 para o Brasil, mas tinha esperanças. A Sérvia entrou com respeito demais, os jogadores não deram o máximo, ficaram com medo. Mas todo mundo ainda está zangado com a derrota para a Suíça. Teria sido diferente", contou o sérvio Jovan Tatic, morador da Gávea.

Você pode gostar
Comentários