Suspeitos de morte de policial no Andaraí e de latrocínio na Tijuca são presos

Erick Rodrigues Santos e Maria Beatriz Felipe Gonçalves, ambos de 19 anos, foram capturados após assalto em Rio das Ostras. Erick era procurado pela morte do policial civil Marcos Aurélio Garcia da Fonseca, no mês passado, e Maria Beatriz confessou roubo com morte na Kalunga, em abril

Por GUSTAVO RIBEIRO

Imagem mostra ação na loja
Imagem mostra ação na loja -

Rio - Entre cinco pessoas presas no sábado à tarde, em Niterói, suspeitas de terem assaltado uma loja de eletrodomésticos em Rio das Ostras, um homem é apontado pela Polícia Civil como autor da morte do policial civil Marcos Aurélio Garcia da Fonseca, da 20ª DP (Vila Isabel), atingido por seis tiros em tentativa de assalto no Andaraí, no dia 27 de junho. O suspeito é Erick Rodrigues Santos, 19, que tinha mandado de prisão pelo crime. Única mulher presa com o grupo, Maria Beatriz Felipe Gonçalves, também de 19 anos, confessou ter participado do assalto à loja Kalunga, na Tijuca, no dia 18 de abril, que terminou com a morte de Valdisa Mota de Souza, 59, por bala perdida.

Em julho, o Portal dos Procurados ofereceu R$ 5 mil por informações que levassem às prisões de Erick e de Carlos Alessandro Lucas Jesus, 30, suspeitos pela morte do policial. Maria Beatriz vestia uma blusa sugestiva quando foi presa - com a marca “Labellamafia”. Segundo o delegado Hilton Pinho Alonso, da 23ª DP (Méier), responsável pela prisão do grupo com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), a jovem é figurinha carimbada em assaltos a lojas de eletroeletrônicos. “Ela também confessou que atuou em um roubo no Botafogo Praia Shopping (em março). No Shopping Nova América, participou no último roubo a duas lojas de celulares (em abril)”, contou Alonso.

Maria Beatriz vestia uma blusa sugestiva quando foi presa - com a marca 'Labellamafia' - Divulgação

Além de Erick e Maria Beatriz, também foram presos, no sábado, Argentino Marcelino Pereira Filho, 50, Gutierrez Almeida da Conceição , 25, e Mario Edson Alves da Silva Oliveira, 19. Eles estavam em um carro no acesso à Ponte Rio-Niterói, sentido Rio, quando foram abordados pela PRF. Durante revista, os policiais encontraram 92 celulares e R$ 1.500 em espécie que teriam sido roubados horas antes em uma loja loja no Centro de Rio das Ostras, além de duas pistolas carregadas. O nome da loja foi preservado, a pedido das vítimas. Os cinco são da favela do Mandela, em Manguinhos. Argentino estava em liberdade havia apenas oito meses, após ter ter ficado preso 11 anos por vários crimes.

Câmeras de segurança da loja assaltada em Rio das Ostras registraram o crime. Eles entraram na loja por volta das 14h15 e agiram rápido. Depois de renderem o gerente e funcionários, Maria Beatriz e Erick aparecem recolhendo os celulares do armário do estoque e colocando em uma bolsa. Mario Edson ficou na entrada dando cobertura. Um sexto suspeito, flagrado pelas câmeras, conseguiu fugir em outro carro. A prisão foi efetuada às 16h10. Em seguida, os aparelhos e o dinheiro foram devolvidos. Pela ação de ontem, os suspeitos foram tipificados por roubo e posse de arma de fogo e munição.

Em julho, o Portal dos Procurados ofereceu R$ 5 mil por informações que levassem aos suspeitos pela morte do policial civil Marcos Aurélio Garcia da Fonseca; Erick foi preso - Divulgação

Com a quadrilha, também foram encontrados uniformes de concessionárias de energia elétrica. A delegacia investiga se a quadrilha utilizava as roupas para a prática de roubo. “A 23ª DP vem realizando um trabalho de inteligência e monitoramento dos roubos a lojas de celulares e joalherias. A PRF foi chamada por nós para fazer o cerco e deu certo”, explicou o delegado. “Às vezes, chega um convite  para fazer um serviço. Eles não atuam sempre juntos, por isso a ficha de cada um é diferente”, acrescentou Alonso.

Relembre os casos

O policial civil Marcos Aurélio Garcia da Fonseca foi vítima de uma tentativa de assalto por volta das 8h do dia 27 de junho, na Rua Ferreira Pontes, no Andaraí. Ele estava a caminho da 20ª DP (Vila Isabel), acompanhado da mulher, e teria parado o carro, um Honda Civic, no sinal de trânsito na esquina com a Rua Uberaba quando foi abordado por criminosos que faziam arrastão. A vítima reagiu e comparsas dos bandidos atingiram o policial com seis tiros. Marcos passou por cirurgia no Hospital Federal do Andaraí e chegou a ficar internado durante oito dias, mas não resistiu. Um homem que estava passando na garupa de um mototáxi na ocasião ficou ferido.

Erick Rodrigues Santos, de 19 anos, foi preso - Divulgação

Valdisa Mota de Souza foi morta com um tiro no peito, no dia 18 de abril, em tentativa de assalto à papelaria Kalunga, na Rua Conde de Bonfim, na Tijuca. De acordo com a PM, os bandidos tentaram assaltar uma loja da Kalunga e trocaram tiros com os seguranças do estabelecimento. Algumas testemunhas contaram, no entanto, que os criminosos abordaram e atiraram em Valdisa, que teria acabado de sair de uma agência bancária. No dia 24 de abril, Gabriela da Costa Silva, 23, foi presa por agentes da Delegacia de Roubos e Furtos de Cargas (DRFC) apontada como suspeita do assassinato. Na ocasião, eram considerados foragidos outros dois acusados do crime: Luiz Roberto Soares de Paula, o Canibal, de 21, e Brendon Rodrigues dos Santos, o Rato.

Procurada neste domingo, a Polícia Civil ainda não respondeu sobre as buscas ao segundo suspeito pela morte do policial civil Marcos Aurélio e sobre o andamento das investigações do latrocínio da Kalunga na Tijuca.

Galeria de Fotos

Imagem mostra ação na loja Reprodução
Aparelhos celulares teriam sido roubados num assalto em Rio das Ostras Divulgação/ PRF
Durante a revista, foram encontrados 92 celulares e duas pistolas Divulgação/ PRF
Em julho, o Portal dos Procurados ofereceu R$ 5 mil por informações que levassem aos suspeitos pela morte do policial civil Marcos Aurélio Garcia da Fonseca; Erick foi preso Divulgação
Maria Beatriz vestia uma blusa sugestiva quando foi presa - com a marca 'Labellamafia' Divulgação
Erick Rodrigues Santos, de 19 anos, foi preso Divulgação

Últimas de Rio de Janeiro