Samuel foi reconhecido como PM - Reprodução do Facebook
Samuel foi reconhecido como PMReprodução do Facebook
Por O Dia

Rio - Policiais da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) prenderam, na manhã desta segunda-feira, o ex-PM Valdemir da Silva Lopes, o Lopinho, 56 anos, por ter participado da morte de três pessoas em janeiro deste ano, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. Segundo o delegado André Timoni, Anderson Santos da Silva, 40 anos, Marcio Antônio Alves da Silva, 39, e Yago Nóbrega Coutinho, 22 anos, foram mortos na Rodovia Washington Luiz, após um roubo a uma agência dos Correios em Xerém, distrito daquele município.

Márcio Antônio, uma das vítimas, trabalhou no local. Ainda conforme os agentes da DHBF, Lopinho foi expulso da corporação em 1991 por assassinato. Ele também é investigado pela Delegacia de Homicídios (DH) por ter participado do homicídio do empresário Miguel Angelo Santos Jabob, em abril de 2016, no condomínio Novo Leblon, na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

 

Valdemir foi indiciado por triplo homicídio. Se condenado, ele pode pegar até 30 anos de prisão.

Você pode gostar