Polícia desarticula quadrilha que aplicava golpe através de site de vendas

Homem foi preso ao tentar fazer mais um vítima no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte do Rio. Chefe do bando comandava esquema de dentro da cadeia

Por O Dia

Tawan roubava as vítimas
Tawan roubava as vítimas -

Rio - Um homem identificado como Tawan da Silva Marques, foi preso por roubo na última segunda-feira. De acordo com a polícia, o suspeito faz parte de uma quadrilha chefiada por Jonathan de Souza Oliveira, que comandava o esquema de dentro do presídio Cotrim Neto, em Japeri, na Baixada Fluminense.

A dupla anunciava produtos no site OLX e marcava, através do aplicativo WhatsApp, um ponto de encontro com as vítimas para a entrega da mercadoria. Ao chegarem no local, os compradores eram surpreendidos por Tawan, que os rendia com uma arma e levava seus pertences. 

Ainda de acordo com a polícia, Tawan foi preso em flagrante no bairro de Maria da Graça, na Zona Norte do Rio, ao tentar fazer mais uma vítima. Ao ser abordado pelos policiais, Tawan reagiu e ouve troca de tiros. O suspeito, que ficou ferido na perna, tentou fugir mas acabou preso. 

Um policial também ficou ferido no confronto. O agente foi atingido no rosto, foi socorrido e passa bem. Dois celulares, uma pistola calibre 9 mm e uma moto foram apreendidas na ação. O caso está sendo investigado pela 23ª DP (Méier). 

Segundo o titular da 23ª DP (Méier), delegado Hilton Alonso, a investigação iniciou há cerca de 2 meses, após a analise dos roubos que ocorriam na região. “Constatou-se a existência de vários roubos a pessoas que iriam comprar produtos ofertados no site de compras e vendas da OLX. A partir de denúncias, começamos a investigação”, disse Alonso.

Após a prisão de Tawan, agentes penitenciários fizeram uma varredura na cela em que Jonathan estava. O celular utilizado para aplicar os golpes foi apreendido. A Polícia Civil prosseguirá na investigação, no intuito de identificar os elementos que esporadicamente auxiliavam Taiwan nos roubos, bem como na localização e intimação das demais vítimas.

A polícia pede que quem tiver qualquer informação que possa auxiliar nas investigações, entre em contato com a Central de Atendimento ao Cidadão (CAC) pelos telefones (21) 2334-8823, (21) 2334-8835; pelo Disque Denúncia: (21)2253-1177; ou pelo chat https://cacpcerj.pcivil

 

Galeria de Fotos

Tawan roubava as vítimas Divulgação
Moto utilizada no roubo Divulgação

Últimas de Rio de Janeiro