Por

Indagada pelo DIA a respeito da conclusão da vistoria do Ministério Público, a assessoria de Imprensa da Polícia Militar afirmou que "há déficit de viaturas em todas as unidades da Corporação e, por isso, o critério de distribuição tanto dos veículos novos como os recuperados visa atender da melhor maneira possível as demandas de cada uma das unidades".

Os batalhões mais críticos são os da Baixada Fluminense. De acordo com a corporação, a unidade de Belford Roxo recebeu um reforço de 300% na tropa. No entanto, não disse quantas viaturas foram destinadas ao batalhão.

Durante a vistora do Ministério Público, feita em maio, quase todas as viaturas da unidade citada estavam em manutenção.

Ainda em nota, a corporação informou que das 580 viaturas novas, 530 foram destinadas ao serviço de radiopatrulha e 50 ao serviço reservado. E anunciou a aquisição de mais carros: "Outras 170 picapes devem entrar em operação neste mês para reforçar o atendimento à população".

A PM afirmou que, em relação às oficinas, credenciou no final do ano passado, 60 locais para consertar os carros e, que nos sete primeiros meses, foram recuperados 1.065. Até o final do ano, mais de duas mil viaturas estarão recuperadas.

Novas viaturas devem chegar em 2019. "Está ainda em processo de licitação a aquisição de novas viaturas pelo Gabinete de Intervenção Federal", apontou.

 

Você pode gostar
Comentários