Crianças do Centro Integrado de Educação Pública Raymundo Ottoni de Castro Maya, em Inhoaíba, Zona Oeste: a Prefeitura planeja PPP para ampliar o número de creches no município - Jonatha Soares / Prefeitura do Rio
Crianças do Centro Integrado de Educação Pública Raymundo Ottoni de Castro Maya, em Inhoaíba, Zona Oeste: a Prefeitura planeja PPP para ampliar o número de creches no municípioJonatha Soares / Prefeitura do Rio
Por O Dia

Rio - O prefeito, Marcelo Crivella, se mostra otimista em relação a ampliar o número de vagas nas creches até o fim de seu mandato. Começou nesta terça-feira, dia 21/8, a consulta pública, no portal da Secretaria Municipal de Educação, das empresas interessadas em participar do projeto de Parceria Público-Privada (PPP) que prevê a construção de até 132 creches, cada uma com capacidade para atender a cerca de 400 crianças. As primeiras 50 unidades serão entregues até o final de 2020. Os terrenos estão sendo identificados de acordo com a demanda mapeada no município.

"Apesar da crise e das dívidas e desmandos que recebemos, temos nos empenhado para melhorar a vida de nossas crianças. Já dobramos o valor pago às creches conveniadas, e agora, em parceria com a iniciativa privada, vamos criar 20 mil vagas com essas novas unidades nos próximos dois anos" disse Crivella.

A Prefeitura continuará responsável por toda a parte pedagógica e pela gestão da educação no município, incluindo a contratação de professores, a administração das escolas e o planejamento e aplicação do conteúdo educacional. A Prefeitura só começará a fazer repasses ao parceiro privado a partir da entrega da obra. O valor do contrato é de R$ 409 milhões, com duração de 20 anos.

Você pode gostar