Documentos de carros serão digitalizados até o fim de 2018

Depois da CNH digital, motoristas terão, até o final do ano, o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo (CRLV) também disponível pelo celular

Por Bruna Fantti

O autônomo Helder Ferreira, de 26 anos, acredita que o certificado de veículo digital vai facilitar o dia a dia:
O autônomo Helder Ferreira, de 26 anos, acredita que o certificado de veículo digital vai facilitar o dia a dia: "Temos o mundo no celular" -

RIO - Até o fim do ano o motorista terá uma nova comodidade: o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV), documento obrigatório, será digital. Assim como a Carteira Nacional de Habitação eletrônica, o CRLVe terá todas as informações do documento impresso, além de um QR Code, para verificar se há alguma falsificação no certificado no caso de uma abordagem em uma blitz ou policial.

O documento digital será disponibilizado no mesmo aplicativo da Carteira Nacional de Habilitação digital. Também será possível baixar o arquivo em formato PDF, com assinatura digital, para ser utilizado em alguma necessidade onde se exija um documento autenticado. Em nota, o Detran-RJ informou que "já está adequando o seu sistema para, o mais rápido possível, oferecer o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo Digital para a população do estado do Rio dentro do limite estabelecido pelo Departamento Nacional de Trânsito".

O anúncio do novo sistema foi feito ontem, pelo Ministério das Cidades, e recebido de forma positiva nas ruas. O bancário Flávio Diomedes, de 32 anos, acredita que a medida pode diminuir os custos na emissão dos documentos. "Acho ótimo porque ninguém mais anda com documento na carteira, além de ocupar espaço. É algo arcaico. Isso também diminui o impacto ambiental e deve baratear a produção de documentos, com resultado no consumidor". O autônomo Helder Ferreira, 26, afirmou que o documento digital vai facilitar seu dia a dia. "Essa medida chega até atrasada. Atualmente, temos o mundo no celular".

Para o ministro das Cidades, Alexandre Baldy, o CRLVe significa uma desburocratização para o cidadão. "Estamos apresentando mais uma solução inovadora, já que em diversos países do mundo a CNH digital representa uma inovação, onde em outros lugares isso não era nem imaginado. Estamos dando um passo além com o CRLVe. Estamos em busca de que todos os usuários tenham conhecimento dessa nova plataforma, passando a ter seus documentos no meio digital", disse Baldy, parabenizando o Serpro (empresa pública de tecnologia) e o Denatran (Departamento Nacional de Trânsito), que serão os responsáveis por emitir os documentos.

A nutricionista Márcia Coelho, 47, avalia que a emissão digital vai trazer mais comodidade ao motorista que seja vítima da violência. "É bom porque além de não precisar carregar, caso o carro seja roubado não corre o risco do criminoso levar o documento e a gente ter a dor de cabeça de ter que tirar uma segunda via, já que ele será digital", afirmou.

"Será uma facilidade ao cidadão, tornando a sua vida mais cômoda. Não será mais preciso ir em vários lugares para poder ter o documento", destacou a diretora-presidente do Serpro, Glória Guimarães. O Distrito Federal passou a garantir o benefício desde ontem. E os demais estados terão de se adequar até o final deste ano.

Renovação e segunda via da CNH já são impressas com QR Code

Desde julho de 2017, todas as carteiras de habilitação emitidas no Rio possuem, no verso do documento, o código QR code. Para quem já possui o código, basta ir a um posto do Detran, sem necessidade de agendamento, e atualizar dados como e-mail e telefone. Quem não o tiver, pode pedir a segunda via ou renovar a CNH, que virá automaticamente com QR code, e, depois, atualizar seus dados nos postos.

Com a certificação digital validada, o usuário prosseguirá o processo no portal de serviços do Denatran (portalservicos.denatran.serpro.gov.br), para baixar a CNH Digital no celular. Primeiro, será solicitado pelo que o usuário preencha uma ficha de cadastro. Depois, será enviado um código para o motorista, que deverá baixar o aplicativo da CNH Digital em seu telefone celular através do Google Play ou App Store. Feito isso, faltará apenas inserir o código e dados pessoais para o usuário ativar a CNH Digital.

Caso o celular com a CNH digital seja roubado, o usuário deverá bloquear o documento. Se tiver o certificado digital, ele poderá entrar no Portal de Serviços do Denatran e solicitar o bloqueio remoto. Caso contrário, terá que ir até algum posto do Detran.

Galeria de Fotos

Fernando Haddad Marcio Mercante / Agencia O Dia
O CRLVe poderá ser baixado no mesmo aplicativo da CNH digital Marcelo Camargo / Agência Brasil
O autônomo Helder Ferreira, de 26 anos, acredita que o certificado de veículo digital vai facilitar o dia a dia: "Temos o mundo no celular" Daniel Castelo Branco
Carioca a sua opinião sobre o novo sistema com o Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CLRV) na versão digital. Na foto Flávio Diomedes, que é a favor da mudança do papel para o digital. Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia Daniel Castelo Branco
Oito metros de grade, em trechos diferentes, foram furtados na área verde com animais e plantas no meio do centro urbano, em frente à Central Estefan Radovicz / Agência O Dia
Trem onde ocorreu o crime tinha pelo menos 15 marcas de pedradas no visor do maquinista. Passageiros convivem com a falta de segurança Severino Silva
Vanderlei entrou em luta corporal com assaltante armado e acabou morto Reproduções do Facebook
Aldemir Filipe Nascimento de Souza, 22 anos, um dos passageiros mortos por bandidos que assaltavam um ônibus na Via Dutra, em São João de Meriti. Ele foi proteger mulher e filha de 3 anos dos tiros Arquivo Pessoal
A mulher de Ademir contou que marido foi morto ao defender a família. Casal se conheceu quando ele tinha 16 anos e ela 14 Estefan Radovicz / Agência O Dia
Vídeo mostra ação de bandidos em ônibus que deixou dois mortos na Baixada Reprodução vídeo

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro