Parentes, amigos e fãs se despedem do sambista Wilson Moreira

Por Alice Cavalcante

Corpo do sambista Wilson Moreira foi velado na Câmara Municipal e o sepultamento no Cemitério do Caju
Corpo do sambista Wilson Moreira foi velado na Câmara Municipal e o sepultamento no Cemitério do Caju -

Rio - O adeus a Wilson Moreira foi ao som que ele mais gostava: de samba. Durante a manhã e tarde deste sábado milhares de amigos, fãs e familiares passaram pela Câmara dos Vereadores para homenagear o sambista pela última vez.

A despedida foi embalada por sambas compostos por ele. 'Judia de mim' composta ao lado de Zeca Pagodinho, 'Goiabada Cascão' e 'Senhora da Liberdade', pérolas compostas ao lado do parceiro Nei Lopes, foram algumas das coletâneas cantadas.

André Luis Serra, 48, filho de Wilson, disse que o pai merece todas as homenagens. "Foi um momento lindo, digno do que ele merece. Ele era uma pessoa íntegra e muito querido por todos. Ver tanta gente aqui se despedindo dele e expressando tanto carinho acalenta o nosso coração".

Emocionada, a esposa do bamba falou sobre o marido. "Ele foi uma pessoa muito boa, que nunca fez mal a ninguém e que vai deixar muitos amigos. Agradeço por ter tido ele aqui nesta terra".

Ao final do velório, Wilson Moreira foi aplaudido na frente da Câmara. E o corpo seguiu para o Cemitério do Caju onde foi enterrado. O sambista morreu na quinta-feira, aos 81 anos, vítima de um câncer no rim. Ele chegou a ser internado, mas não resistiu.

Galeria de Fotos

Corpo do sambista Wilson Moreira foi velado na Câmara Municipal e o sepultamento no Cemitério do Caju Daniel Castelo Branco / Agência O Dia
Corpo do sambista Wilson Moreira foi velado na Câmara Municipal e o sepultamento no Cemitério do Caju Daniel Castelo Branco
Corpo do sambista Wilson Moreira foi velado na Câmara Municipal e o sepultamento no Cemitério do Caju Daniel Castelo Branco
Corpo do sambista Wilson Moreira foi velado na Câmara Municipal e o sepultamento no Cemitério do Caju Daniel Castelo Branco
Morre o cantor e compositor Wilson Moreira, que morreu na noite da ultima quinta-feira. Ele recebe as últimas homenagens de familiares e amigos. O corpo do sambista foi velado na Câmara Municipal e o sepultamento será no Caju. Na foto a viuva do sambista, que ficou ao lado do caixão em todo velório. Foto: Daniel Castelo Branco / Agência O Dia Daniel Castelo Branco

Últimas de Rio de Janeiro