Comlurb: bloqueio de R$ 33 milhões

s

Por

Linfesty não acredita no que ouve -

A Justiça do Rio determinou o bloqueio de mais de R$ 33 milhões da Comlurb, por conta de uma dívida com a empresa Ciclus, responsável pelo Centro de Tratamento de Resíduos Sólidos de Seropédica. O valor corresponde aos serviços prestados em novembro e dezembro de 2017.

A empresa cobra ainda outros R$ 27 milhões, referentes ao reajuste contratual. A Ciclus é responsável por serviços diários de transporte de 10 mil toneladas de lixo de resíduos coletados em Seropédica, Itaguaí e no Rio, e trata 1,2 milhão de litros de chorume no centro de resíduos.

Em nota, a Comlurb informou que vem honrando rigorosamente, dentro dos prazos previstos no contrato, todos os serviços prestados pela Ciclus mês a mês. "A companhia está em negociação permanente com a concessionária buscando solução em relação a uma pendência financeira".

Segundo a Comlurb, em uma reunião na quinta-feira, na prefeitura, com representantes da Ciclus, ficou acertado um cronograma de pagamento da pendência e o pedido de suspensão em juízo da ordem de penhora. A companhia não esclareceu se o bloqueio trará impactos nas atividades.

 

Galeria de Fotos

Zica Assis (de branco) inaugura a Beleza Natural no Harlem DIVULGAÇÃO
Linfesty não acredita no que ouve Reprodução / gofundme.com

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro