Outro Dia D para atingir meta de vacinação

Rio e 37 cidades fluminenses encerram neste sábado campanha contra sarampo e poliomielite

Por FRANCISCO EDSON ALVES

A enfermeira  Simone (à direita), de um posto da Tijuca, ao lado da técnica de enfermagem, Flávia Silva, mostra as vacinas de pólio e sarampo
A enfermeira Simone (à direita), de um posto da Tijuca, ao lado da técnica de enfermagem, Flávia Silva, mostra as vacinas de pólio e sarampo -

Rio - A campanha contra o sarampo e a poliomielite tem neste sábado, entre 8h e 17h, mais um Dia D de vacinação, que será promovido pela Secretaria de Estado de Saúde. Postos de saúde abrirão na cidade do Rio e em mais 37 municípios fluminenses que ainda não atingiram a meta de 95% de cobertura. Quartéis do Corpo de Bombeiros ajudarão na imunização. Crianças entre 1 ano e menores de 5 anos devem ser vacinadas, exceto quem foi imunizado nos últimos 30 dias.

De acordo com a secretaria, até agora o estado alcançou 84,7% da meta para poliomielite e 86,9% para sarampo. Na capital, a Zona Oeste foi a única região que atingiu os 95%. Crianças que estejam com a caderneta de vacinação em dia devem receber reforço.

"Apesar de todos os alertas, ainda não atingimos o nosso objetivo. Lançamos, então, a campanha 'Tchau sarampo, tchau pólio', para alertar os pais", destacou o secretário de Estado de Saúde, Sérgio Gama.

A secretaria montou uma tenda na Quinta da Boa Vista, que atenderá das 8h às 17h, e Corpo de Bombeiros disponibilizará vacinas em sete unidades. "Nossos quartéis estarão à disposição da população. É uma missão pela vida", comentou o comandante-geral da corporação, coronel Roberto Robadey.

No município do Rio, mais de 500 mil doses das duas vacinas já foram aplicadas na campanha, que se encerra hoje. Até quarta-feira, tinham sido vacinadas, na cidade, 260.967 crianças contra o sarampo (tríplice viral) e 254.777 contra a paralisia infantil (VOP).

A vacina é a forma mais segura de evitar que as doenças, que causam mortes ou sequelas gravíssimas, voltem a ocorrer no Brasil. As contraindicações para as duas são hipersensibilidade grave, conhecida a algum componente do insumo; imunodeficiência e quem tenha história de evento adverso grave em dose anterior. É importante levar a caderneta.

A enfermeira Simone Souza, de 36 anos, lembra que vacinação é sinônimo de prevenção. "É mais vantajosa e barata, que algum tipo de tratamento depois", justificou a profissional.

Juliana Ribeiro, professora, de 34 anos, mãe de Bianca, de 3, concorda. "Para não nos preocuparmos depois, a saúde sempre tem que vir em primeiro lugar", pontua.

Das vacinas fornecidas na campanha, na cidade do Rio, para as duas doenças, foram aplicadas 285.5 mil, faltando 22.616 contra sarampo, que teve 87,5% de cobertura, e outras 28.755 contra a pólio (85,4%). Levantamento da Secretaria Municipal de Saúde do Rio mostra que as regiões onde mais as crianças precisam ser levadas aos postos de saúde são, atualmente, o Centro, Zona Sul, Grande Tijuca, Leopoldina, Grande Méier, Madureira e adjacências, Barra da Tijuca e Jacarepaguá.

38 unidades funcionam neste sábado para imunização

Postos que abrem neste sábado: Angra dos Reis, Aperibé, Belford Roxo, Barra do Piraí, Cambuci, Carmo, Cantagalo, Cardoso Moreira, Carapebus, Cabo Frio, Caxias, Guapimirim, Italva, Japeri, Santo Antônio de Pádua, Laje do Muriaé, Mangaratiba, Mesquita, Nilópolis, Nova Iguaçu, Niterói, Nova Friburgo, Petrópolis, Queimados, Rio de Janeiro, Rio Bonito, Rio das Flores, São Francisco de Itabapoana, São Sebastião do Alto, Seropédica, São Gonçalo, São João de Meriti, São Fidélis, Silva Jardim, Tanguá, Trajano de Moraes, Volta Redonda e Varre-Sai.

Bombeiros: 1ª Policlínica de Campinho, Rua Domingos Lopes, 336); Quartel de Caxias (Rua Dr. Manoel Telles, 1.767); Nilópolis (Rua Dr. Rufino Ferreira, 323); de Belford Roxo (Rua Fonte, 111, Parque São Bernardo); Policlínica de Nova Iguaçu (Av. Governador Roberto Silveira, 1.221); São Gonçalo (Av. São Miguel, 44) e 3ª Policlínica de Niterói (Charitas).

Colaborou o estagiário Gabriel Thomaz

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro