Portal pede informações sobre assassinos de PM - Divulgação
Portal pede informações sobre assassinos de PMDivulgação
Por O Dia

Rio - O Portal dos Procurados divulgou, nesta quinta-feira, um cartaz pedindo informações que levem a captura de quem matou o soldado da Policia Militar, Luiz Gorni Tavares, de 31 anos. Lotado no 23º BPM (Leblon), o PM foi morto a tiros em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, na madrugada desta quinta-feira (27), quando parou em uma padaria na Avenida Rio Branco, no bairro de Gramacho, antes de ir para o serviço.

Segundo a polícia, após comprar o lanche, o PM teria discutido com um dos clientes e se identificou como policial militar. Ao perceber que se tratava de agente de segurança, o criminoso teria sacado uma pistola e efetuado disparos contra o soldado, que reagiu. Segundo testemunhas, o bandido após atingir a vítima fugiu levando a arma do soldado.

O policial foi socorrido ao Hospital Moacyr do Carmo, também em Duque de Caxias, mas não resistiu aos ferimentos e veio a óbito. O soldado Gorni estava na corporação há seis anos, era casado e deixa dois filhos e uma enteada.

Com a morte de Gorni já chega a 96 o número de agentes de segurança, assassinados no Rio em 2018. Sendo 76 da Policia Militar, cinco da Policia Civil, quatro agentes penitenciários, seis do Exército, um Guarda Municipal, um Policial Federal, um da Marinha, dois do Corpo de Bombeiros e um da Aeronáutica.

Quem tiver qualquer informação a respeito da localização dos assassinos do do policial militar, pode denunciar pelos seguintes canais: Whatsapp ou Telegram Portal dos Procurados (21) 98849-6099; pelo facebook/(inbox), endereço: https://www.facebook.com/procurados.org/, pelo mesa de atendimento do Disque-Denúncia (21) 2253-1177, ou pelo Aplicativo para celular.

 

Você pode gostar