Jovem perde a perna após ser empurrado para os trilhos do metrô em assalto

Segundo relatos, criminosos aproveitaram que a estação estava lotada, na volta da 23ª Parada do Orgulho LGBTI, para roubar passageiros na plataforma

Por O Dia

O MetrôRio não falou em tentativa de assalto, e sim em briga
O MetrôRio não falou em tentativa de assalto, e sim em briga -

Rio - Maycon Soares, atropelado nos trilhos do metrô após uma tentativa de assalto, na noite deste domingo, perdeu parte da perna esquerda com o acidente na estação Cardeal Arcoverde, em Copacabana, Zona Sul do Rio. Ele foi levado para o Hospital Miguel Couto, onde passou por cirurgia e segue internado com quadro de saúde estável. 

O jovem diz que está muito triste com tudo que aconteceu. "Eu perdi a minha perna. Eu gostava muito de jogar bola, não sei como vai ser agora", disse, chorando.

Maycon diz não se lembrar como o incidente aconteceu. Ele contou que voltava da Praia de Copacabana, onde vendeu pirulitos. "Eu só me lembro dos Bombeiros me resgatando", revela. 

Segundo relatos de testemunhas, criminosos aproveitaram que a estação estava lotada na volta da 23ª Parada do Orgulho LGBTI, para roubar passageiros na plataforma e Maycon teria sido empurrado por um assaltante que tentou pegar o celular dele.

De acordo com a Polícia Civil, Oriel Frinhani Badaro, 23 anos, foi preso em flagrante por crime de lesão corporal de natureza grave. De acordo com informações da 12ª DP (Copacabana), a motivação do crime foi uma briga por causa de fila no metrô. Os agentes vão requisitar imagens para análise. Testemunhas já foram ouvidas na delegacia.

Em nota, o MetrôRio informou que, para garantir o pronto atendimento à vítima, as estações Cardeal Arcoverde, Siqueira Campos e Cantagalo foram fechadas e não reabriram até o fim da operação.

"O suspeito da agressão foi detido imediatamente pelos agentes de segurança do Metrô e encaminhado à Polícia Militar. O MetrôRio lamenta o incidente e está à disposição das autoridades policiais. Nesta segunda-feira, todas as estações foram abertas e a operação segue normalmente", completou a concessionária.

Últimas de Rio de Janeiro