Dois moradores do Alemão são atingidos por bala perdida ao longo desta sexta

Um homem foi atingido na parte da manhã e outo no fim da tarde, ambos no Morro da Alvorada, que registrou tiroteio nos dois momentos

Por O Dia

Momento em que Manoel Severino chega na UPA do Alemão
Momento em que Manoel Severino chega na UPA do Alemão -

Rio - Pelo menos duas pessoas foram atingidas por bala perdida ao longo desta sexta-feira, no Complexo do Alemão, na Zona Norte. No caso mais recente, no fim da tarde, Manoel Severino, de 74 anos, foi baleado no Morro da Alvorada. Ele foi atingido em um dos joelhos, quando passava próximo a uma sorveteria, notando que estava ferido. Manoel foi socorrido em uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde.

O primeiro baleado do dia foi Clayton Santos, de 43 anos. De acordo com testemunhas, ele estava em casa, na localidade conhecida como Beco da Sorveteria, também no Morro da Alvorada, quando foi atingido em uma das pernas. Ele também foi socorrido na mesma UPA e depois foi levado ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, recebendo alto ainda nesta sexta.

Tiroteio na região

O blindado da UPP foi visto na região - Reprodução / Internet

Nos dois momentos em que os moradores foram baleados, houve tiroteio no Alemão. Na parte da manhã, os disparos aconteceram logo cedo, por volta das 7h. A Polícia Militar informou que agentes da UPP Nova Brasília se deslocavam para a troca de serviço quando foram atacados por criminosos armados. Eles reagiram e houve confronto.

Já os tiros do fim da tarde, aconteceram por volta das 17h, em diversas localidades do conjunto de favelas.

Galeria de Fotos

Momento em que Manoel Severino chega na UPA do Alemão Reprodução / Voz das Comunidades
O blindado da UPP foi visto na região Reprodução / Internet

Últimas de Rio de Janeiro