-
Por

Além de eleito presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL) também saiu vitorioso em votações nos estados em que houve segundo turno. Das 14 disputas locais, incluindo o Distrito Federal (DF), o ex-capitão do Exército terá o apoio de 11 governadores que ganharam as eleições ontem.

Bolsonaro governará o país com estados de peso ao seu lado, como Rio de Janeiro, São Paulo, Minas Gerais e Rio Grande do Sul, que confirmaram as vitórias de Wilson Witzel (PSC), João Dória (PSDB), Romeu Zuma (Novo), e Eduardo Leite (PSDB), respectivamente. Zuma é o primeiro governador do pequeno Novo.

TRÊS GOVERNADORES DO PSL

O presidente eleito também contará com o respaldo de governadores que ganharam o pleito no segundo turno pelo seu partido, o PSL. Em Santa Catarina, saiu vencedor o Comandante Moisés; em Rondônia, o Coronel Marcos Rocha; e Antônio Denarim, em Roraima, os três primeiros governadores eleitos pela agremiação partidária de Bolsonaro.

Também foram eleitos e já haviam anunciado apoio a Bolsonaro, Wilson Lima (PSC), no Amazonas, e Waldez Góes (PDT), no Amapá. Governador eleito do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB) chegou a sugerir, ainda no primeiro turno, dobradinha de votos nele e em Bolsonaro, mas não declarou oficialmente seu apoio ao ex-capitão do Exército. Reinaldo Azambuja (PSDB, no Mato Grosso do Sul, também estará ao lado do novo presidente.

Helder Barbalho (MDB) venceu no Pará, mas manteve neutralidade na campanha.

Você pode gostar
Comentários