Por RAFAEL NASCIMENTO

Rio - Um morador foi baleado dentro de casa, na noite desta segunda-feira, durante um confronto entre facções rivais no bairro Fonseca, em Niterói, cidade da Região Metropolitana do Rio. José Airton Mororó, de 42 anos, foi socorrido para o Hospital Estadual Azevedo Lima e seu estado de saúde é gravíssimo, de acordo com funcionários da unidade de saúde. 

Uma mulher também foi atingida de raspão na perna e levada para o hospital, onde recebeu atendimento médico e foi liberada. 

José Airton, que é morador da Vila Ipiranga, estava com o filho no colo na sala de sua residência quando foi atingido na testa por uma bala perdida. Moradores da região relatam uma guerra de facções entre a comunidade e o Santo Cristo há pelo menos três meses. 

“A segurança aqui é precária. A polícia aparece durante o dia, mas a noite é com eles (com os bandidos). Ninguém arrisca vir aqui depois de certa hora. É esse clima de insegurança há meses”, disse um morador do local, que não quis se identificar.

Na noite de ontem, três homens foram encontrados mortos dentro de um carro no Fonseca. Os corpos estavam com marcas de tiros em um Fiat Siena cinza na Rua Tenente Osório, na altura da Alzira Vargas do Amaral Peixoto. 

De acordo com investigadores da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG), que investiga o caso, bandidos de São Gonçalo haviam roubado um carro horas antes de uma professora que chegava em casa do supermercado quando foi abordada na Rua São Januário, na noite de ontem por volta das 23h30.

Os agentes acreditam que os homens tentavam passar pelo bairro, sem serem notados, mas foram reconhecidos e executados. A DHNSG não descarta que os moradores tenham sido atingidos na hora do confronto dos criminosos. A especializada realiza diligências para elucidar o caso. 

 

 

Você pode gostar