Convênio vai garantir melhorias em Maricá

A prefeitura vai investir R$ 260 milhões no sistema de abastecimento de água Tanguá/Maricá com a construção de uma barragem, entre a divisa dos municípios de Tanguá e Rio Bonito

Por O Dia

Prefeitura, governo e Cedae vão investir no abastecimento d'água
Prefeitura, governo e Cedae vão investir no abastecimento d'água -

Rio - Um convênio entre a Prefeitura de Maricá, governo estadual e Cedae promete resolver de vez o problema de escassez de água na cidade. A prefeitura vai investir R$ 260 milhões no sistema de abastecimento de água Tanguá/Maricá com a construção de uma barragem, entre a divisa dos municípios de Tanguá e Rio Bonito. A gestão municipal também vai assumir o serviço de tratamento de esgoto na cidade.

O documento foi assinado na terça-feira pelo prefeito de Maricá, Fabiano Horta, no Palácio Guanabara. Na reunião, também estavam o governador Pezão e o presidente da Cedae, Jorge Luiz Briard. "Estamos dando um passo gigante e estruturante para Maricá e tenho certeza que esse modelo novo de gestão será algo de referência para outros municípios", declarou o prefeito.

A construção da barragem em Tanguá formará um lago com mais de 550 hectares e terá uma vazão de 800 litros de água por segundo para abastecer Maricá e Tanguá. Na parceria, também está prevista a construção de uma adutora com 23 km, ampliação da Estação de Tratamento de Água (ETA) do bairro do Flamengo, construção de uma nova ETA, além de um reservatório com capacidade para 5 milhões de litros de água em São José.

"O que estamos realizando é algo inédito e a prova de que, independente da coloração política, o importante é atender a população", frisou Pezão. "O espírito público do prefeito ajudou muito para remover as barreiras burocráticas. Foi um trabalho realizado a quatro mãos", disse Jorge Briard.

 

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro