Ceperj discute futuro dos institutos de pesquisa em encontro nacional no Maranhão

Encontro discutirá a desvalorização dos institutos de pesquisa - que sofrem com a diminuição do repasse de recursos

Por O Dia

Rio - O presidente da Fundação Centro Estadual de Estatísticas, Pesquisas e Formação de Servidores Públicos do Rio de Janeiro (Ceperj), Pedro Castilho, marcará presença no XXIII Encontro da Associação Nacional das Instituições de Planejamento, Pesquisa e Estatística (Anipes), na próxima semana, em São Luís, no Maranhão.

Acompanhado pelo professor Fábio Odilon Alves, que dirige o Centro de Estatísticas, Estudos e Pesquisas (CEEP) do Ceperj, Castilho debaterá temas como transformações na estrutura etária, a criação de uma base nacional de registros administrativos e o uso de indicadores sociais em planejamentos de longo prazo.

Para Pedro Castilho, acompanhar e interpretar as mudanças na estrutura etária da população, assim como a diminuição no ritmo de crescimento, facilita a elaboração de políticas públicas.

O XXIII Encontro da Anipes também discutirá a desvalorização dos institutos de pesquisa – que sofrem com a diminuição do repasse de recursos. Segundo a organização do evento, a Mesa 1 do encontro debaterá o tema “Novos Horizontes para as Instituições de Planejamento, Pesquisa e Estatística do Brasil”.

Auxiliar na implantação da Agenda 2030, da Organização das Nações Unidas, é outra preocupação dos institutos de pesquisa do Brasil todo. Criada em setembro de 2015 por representantes de 193 Estados-membros da ONU, a Agenda 2030 tem entre seus objetivos principais a erradicação da pobreza e o desenvolvimento sustentável.

Últimas de Rio de Janeiro