Campanha Papai Noel dos Correios começa dia 6 de novembro

Intenção é presentear cerca de 29 mil crianças em todo o estado, com a ajuda da sociedade

Por O Dia

Campanha Papai Noel dos Correios começa dia 6 de novembro
Campanha Papai Noel dos Correios começa dia 6 de novembro -

Rio - Uma das campanhas de Natal mais aguardadas do ano, Papai Noel dos Correios, será lançada oficialmente nesta terça-feira (6). No Rio, o evento acontece na Escola Municipal EDI Dois de Julho, em São Cristóvão, na Zona Norte, e contará com a presença ilustre de Oscar Schmidt, que participará como ajudante oficial e padrinho número 1 do Papai Noel dos Correios 2018.

No Rio de Janeiro, o período de adoção das cartinhas será de 6 a 26 de novembro. Quem adotar uma cartinha deverá entregar o presente até 30 de novembro na mesma agência onde realizou a adoção. Os interessados em adotar uma das cartinhas do Papai Noel dos Correios poderão encontrá-las em 159 pontos de apadrinhamento localizados em agências de correio de 91 municípios do estado do Rio.

Ao longo dos 29 anos da campanha, milhões de crianças tiveram seu pedido atendido. Somente nos últimos três anos, foram recebidas mais de 2,6 milhões de cartas destinadas ao Papai Noel dos Correios em todo o Brasil. Além de estimular as crianças a escreverem cartas, a campanha dissemina valores natalinos, como a solidariedade. Em uma corrente do bem, empresa, empregados e voluntários da sociedade se juntam para, dentro do possível, atender aos pedidos de presentes daqueles que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Além das cartas das crianças, participam da campanha estudantes das escolas da rede pública (até o 5º ano do ensino fundamental) e de instituições parceiras, como creches, abrigos, orfanatos e núcleos socioeducativos. Desde 2010, os Correios estabeleceram essas parcerias a fim de trabalhar ações como o desenvolvimento da habilidade da redação de carta, o endereçamento correto e o uso do CEP. 

“Em 2016, 12 mil crianças tiveram suas cartinhas adotadas no estado do Rio. Já em 2017, foram adotadas 27 mil. Em 2018, nossa meta é conseguir atender 29 mil crianças. Para isso, contaremos com a ajuda de todos que puderem adotar uma cartinha”, diz o superintendente dos Correios do Rio Janeiro, Cleber Isaias Machado.

 

Últimas de Rio de Janeiro