Mais Lidas

Policial militar de folga é baleado ao lado da família em Niterói

Agente estava de carro e trocou tiros com bandidos durante uma tentativa de assalto

Por O Dia

Caso aconteceu na Avenida 22 de Novembro, na altura da Rua Lopes da Cunha
Caso aconteceu na Avenida 22 de Novembro, na altura da Rua Lopes da Cunha -

Rio - Um policial militar foi baleado durante uma tentativa de assalto, na noite desta quinta-feira, em Niterói, na Região Metropolitana do estado. O agente, identificado como cabo Azevedo, estava de folga, de carro com a mulher e uma enteada, quando foi abordado por dois bandidos armados em uma moto, na Avenida 22 de Novembro, na altura da Rua Lopes da Cunha, no Fonseca. A abordagem teria acontecido quando eles desembarcavam do veículo em casa.

O agente, lotado no batalhão de Niterói (12º BPM), foi reconhecido pelos assaltantes e trocou tiros com eles, sendo atingido na altura do ombro. Ele foi socorrido no Hospital Estadual Azevedo Lima (Heal), onde passou por cirurgia e depois foi transferido para o Hospital Estadual Alberto Torres (Heat) e passa bem.

Na ação, um dos bandidos também foi baleado. Ele foi socorrido para o Heal e o outro criminoso conseguiu fugir. Ainda não há informações se a esposa e a enteada do policial se feriram.

Três casos em dois dias

Este é o terceiro caso de um PM baleado no estado, em 48 horas. Na madrugada de quarta-feira, o sargento Fábio Almeida Correa foi assassinado a tiros durante um assalto em Bento Ribeiro, na Zona Norte do Rio. O agente estava de carro com a mulher e os bandidos atiraram contra ele, após pegarem pertences pessoais dos dois, já que o reconheceram como policial.

Horas depois, o soldado Diogo Gama Alves Mota morreu ao trocar tiros com militares do Exército que faziam uma operação em Belford Roxo, na Baixada Fluminense. O PM teria confundido os agentes com criminosos que atuam em comunidades da região.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia