Cais do Valongo, patrimônio mundial, será restaurado com doação de verba dos EUA

Feriado em homenagem à Consciência Negra terá mais um motivo de festa; segundo a Prefeitura do Rio, projeto começa em 2020

Por FRANCISCO EDSON ALVES *

Lavagem do Cais do Valongo, por religiosos de matriz africana, marca um ano da concessão do título de Patrimônio Mundial Cultural da Unesco ao sítio arqueológico
Lavagem do Cais do Valongo, por religiosos de matriz africana, marca um ano da concessão do título de Patrimônio Mundial Cultural da Unesco ao sítio arqueológico -

Rio - Em meio à farta programação em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra, uma boa notícia: o Consulado dos EUA no Rio vai oficializar amanhã, a liberação de U$ 500 mil (R$ 1,8 milhão) para investimentos em obras no sítio arqueológico do Cais do Valongo, na Região Portuária. O projeto, segundo a Prefeitura do Rio, começa no ano que vem.

O valor será financiado pelo Fundo dos Embaixadores dos EUA para a Preservação Cultural. "Com a verba, a prefeitura e o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN) passam a cumprir a primeira das grandes metas pactuadas com a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco), em relação ao sítio arqueológico como Patrimônio Mundial", contou a secretária municipal de Cultura do Rio, Nilcemar Nogueira.

Leandro Vieira: 'A abolição foi uma conseqüência da luta dos negros e não algo concedido por uma princesa. Vamos desmistificar detalhes assim da história' - Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

O projeto engloba a restauração do pavimento original de pedras, drenagem de águas pluviais e reforço estrutural das paredes e fundações. O local foi considerado Patrimônio Cultural Mundial da Unesco em 2017, por ser o único vestígio material do desembarque de cerca de 1 milhão de africanos escravizados nas Américas.

O feriado de hoje, atribuído ao aniversário de morte de Zumbi dos Palmares, será marcado por várias atividades no Rio e outros pontos do estado. Muitas se estenderão até o fim da semana. Estão previstas apresentações de danças típicas, homenagens, exposições, palestras e gastronomia. Hoje, em Madureira, o Projeto Criolice fará o 'Zumbi Vive', com palestras, homenagens, rodas de samba e de jongo, com a bateria do Império Serrano. A entrada é franca na festa, que será no Viaduto Negrão de Lima, a partir de 12h.

O Conselho Municipal de Defesa dos Direitos do Negro e da Promoção da Igualdade Racial e Étnica de Duque de Caxias, em parceria com a Secretaria Municipal de Cultura e Turismo e Instituição Afro Cultural Ojuobá Axé, encerram hoje o evento 'Tradições do Líder Zumbi dos Palmares'. No Calçadão da Nilo Peçanha, em frente ao Monumento do Zumbi, entre 14h e 20h, terá apresentação das bandas Ojuobá Axé e Batuque da África, batalha do passinho, capoeira, Feira Expo Caxias, oficina de customização, ato ecumênico e feijoada.

Na Praça 11, o Cortejo da Tia Ciata (Hilária Batista de Almeida, a cozinheira e mãe de santo, considerada por muitos, como uma das figuras mais influentes para o surgimento do samba carioca), com a escultura dela, sairá do Centro Municipal de Artes Calouste Gulbenkian, na Rua Benedito Hipólito 125, às 10h. Acompanhada de dançarinos, músicos e artistas, o grupo irá até a estátua de Zumbi, na Avenida Presidente Vargas.

PROGRAME-SE PARA FESTEJAR O DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA

PAGODE

No Andaraí feijoada da Consciência Negra com Reinaldo, o Príncipe do Pagode. Entre 13h e 23h. Ingressos: R$ 20 e R$ 30. No Renascença Clube, na Rua Barão de São Francisco 54, Andaraí.

DANÇA

Em Vista Alegre roda de capoeira, exibição de curtas, hip hop e festa black. A partir das 15h. Na Lona Cultural Municipal João Bosco, na Av. São Félix 601. De graça.

FESTA

Em Madureira o Projeto Criolice fará palestras, homenagens, rodas de samba e de jongo, com a bateria do Império Serrano. A partir de 12h. Viaduto Negrão de Lima. De graça.

MURAL

Na Lapa a artista carioca Panmela Castro instala, às 16h, um mural gigante, intitulado 'Dororidade', que quer dizer solidariedade entre as mulheres negras, com um baile a céu aberto e exposição com obras assinadas pelas alunas do projeto AfroGrafiteiras. Até às 20h. Rua do Lavradio (altura do nº 20). De graça.

SHOWS

No Centro do Rio 'Consciência e Resistência' é o nome do evento gratuito no Terreirão, que terá expositores de moda, artesanato, música, culinária, oficina literária e desfile de moda afro, além de apresentações de samba, funk e baile charme. A partir de 13h. Rua Benedito Hipólito 125, Praça Onze. De graça.

Em Niterói Fundo de Quintal vai se apresentar na Praça da Cantareira, em São Domingos. Às 20h. Entrada: 1 kg de alimento não perecível.

* Com a colaboração do estagiário Caio Cardoso

Galeria de Fotos

Lavagem do Cais do Valongo, por religiosos de matriz africana, marca um ano da concessão do título de Patrimônio Mundial Cultural da Unesco ao sítio arqueológico Tomaz Silva/Agência Brasil
Leandro Vieira: 'A abolição foi uma conseqüência da luta dos negros e não algo concedido por uma princesa. Vamos desmistificar detalhes assim da história' Daniel Castelo Branco / Agência O Dia

Comentários

Últimas de Rio de Janeiro